terça-feira, 6 de novembro de 2018

Ainda estou vivinha

Foi então que no Domingo, ainda submersa em caixotes, percebi que tinha de ir em SOS comprar um colchão, para nos ser entregue, no máximo dos máximos, até esta sexta-feira, e naquele SOS só me sobrava o Colombo, local que evito a todo o custo uma vez que, dada a sua dimensão, quando atinjo o meu limite de tempo para Centro Comercial, um limite que pode aparecer a qualquer momento e sem aviso prévio, o momento em que a pessoa diz "não aguento estar aqui nem mais um segundo", ainda demoro um século a chegar até ao carro. Mas bem, uma vez que não havia alternativa, fiz uma meditação e convenci-me a mim própria que tinha de ser. Comuniquei então à minha família que não nos restava outra hipótese se não a de ir ao Colombo. E bom, já que temos mesmo de ir, o melhor é irmos já da parte da manhã, que sempre tem menos gente, compramos o colchão, comemos qualquer coisa rápida e voltamos para casa para continuar a desencaixotar.

E então a minha filha ficou ali paradona, a olhar para mim, até que se decidiu a acrescentar:

- Mas oh mãe... não é melhor irmos almoçar primeiro e comprar o colchão depois?
- Errrr... ainda é um bocado cedo para almoçar... mas porquê?
- Então, é que aquilo é uma grande confusão para depois andarmos ali no meio das pessoas com um colchão atrás...


(ainda me estou a rir a imaginar-nos a arrastar um colchão de cama de casal pelo Colombo, a subir a escada rolante, a levá-lo a almoçar, olhe, por favor, dê aí um jeitinho para o nosso colchão passar, obrigada, obrigada, nós e o nosso amigo colchão, sempre juntinhos para todo o lado)


32 comentários:

  1. O teu anónimo de estimação6 de novembro de 2018 às 12:50

    É suposto ter piada?

    Sei que não é chic mas...tem sempre Ikea.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há que fazer jus ao nome.

      Eliminar
    2. Por acaso teve piada

      Eliminar
    3. O teu anónimo de estimação7 de novembro de 2018 às 15:52

      Há os que a têm (piada) e os que, não tendo, têm sempre alguém que ri desalmadamente, com ou sem piada.

      Eliminar
  2. A zona da restauração a a abarrotar e vocês com o colchão às costas! Que maravilha!

    (Pensei que ela quisesse fazer uma pequena sesta depois do almoço para testar o colchão, uma espécie de test drive/nap drive)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha... pensando bem, é uma excelente ideia, que isto da pessoa se estender no colchão na loja para experimentar dá origem a graves equívocos.

      (comprei aqui há tempos um colchão viscoelástico e estou arrependidíssima. É demasiado mole, sinto-me sempre afundada e cheia de dores nas costas. Há quem adore, eu... pois... nem por isso... este que fui comprar - que é para o quarto extra e o meu pai é muito exigente em matéria de colchões - pareceu-me excelente. Quando os meus pais forem de volta para o Algarve, vou dormir uma ou duas noites para este quarto para testar o colchão como deve ser. Quem não puder fazer um teste assim, aconselho vivamente que arrastem o colchão para a zona de alimentação do Colombo, para fazer uma sesta! :DDDDDDDDDDDDDDDDDD)

      Eliminar
    2. Eu própria só vou ao colombo se levar um colchão comigo.

      Si não fô prá levá colchão a gentxi nem vai!

      Eliminar
    3. :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD
      Não tarda está tudo de colchão no Colombo! É o novo mnust-have!

      Eliminar
    4. Fiz a mesma asneira, de manhã parece que dormi em areias movediças.

      Eliminar
  3. Na eventualidade na zona da alimentação não ter mesas disponíveis, sempre ficavam instalados no chão com algum conforto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahhahahhahahhahahahhahahhahahahahhhahhaahhahahahahha
      Fazíamos um piquenique!

      Eliminar
    2. Sim, uma espécie de piquenique urbano. Se não ocupassem o espaço todo, até poderiam disponibilizá-lo a outras pessoas que não conseguissem arranjar uma mesa. Por outro lado poderia ser um óptimo sítio para a observação da fauna do Colombo no seu habitat natural :DDDD

      Eliminar
    3. :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Podia perfeitamente substituir uma ida ao kruger park!

      Eliminar
    4. Se for em dia de jogo no Benfica, é programa para o dia todo, bastante mais em conta e sem aquelas chatices de controlos no aeroporto, jet-lag, etc! :DDDDDDDD Só vantagens!

      Eliminar
  4. Vivinha e cheia de humor :-)

    Está quase, não?

    ResponderEliminar

  5. Se disseste "compramos o colchão e..." faz todo o sentido. Se compram pagam, se pagam têm mais é de trazer para casa. Qual é a dúvida? Adultos malucos estes!

    :)

    ResponderEliminar
  6. Então e o Corte Inglês? Tem colchões maravilhosos da Treca e menos riscos de bed bugs!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Treca é uma marca? Não conheço... fui à Colunex e o que comprei parece-me muito bom, nem muito duro nem muito mole... pareceu-me bastante confortável (que é o máximo que se pode dizer depois de experimentar um colchão numa loja durante dois minutos :D).

      Eliminar
    2. (quando for comprar um para a minha cama - para substituir o infernal Tempur onde me afundo todas as noites- hei-de ir experimentar um destes!)

      Eliminar
    3. Vai mesmo Palmier, não compres outro colchão sem antes ir ver estes. São mesmo muito bons e até podes escolher metade diferente se o casal tiver gostos diferentes. As almofadas e a sobrecapa do colchão também são excelentes. Além do aspecto ;D

      Eliminar
    4. Náo tenho nenhuma parceria com a Treca! Nem com o Corte Inglês :DDDDDDD

      Eliminar