sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Ele dá erros ortográficos, sim! Ele dá erros de pontuação, sim! Mas, caramba, às vezes também tenho direito de exibir o meu filho!

Um grande escritor

Era uma vez Vasco, um grande escritor. Ele tinha escrito centenas de livros, muitos deles vencedores de prémios! Um dia, ia a meio de um dos seus livros quando, de repente, se lembrou:
- Escrevo livros há vinte anos! Para quê? Eu ganho dinheiro, sim! Eu ganho prémios, sim! Mas para quê? Afinal eu não quero nada disto! Eu só quero que mais pessoas leiam! Apenas as pessoas "soft" é que lêem os meus livros! Eu quero que toda a gente os leia! Não para ter fama mas para as pessoas apreciarem as preciosidades que são os livros!

Sendo certo que até à penúltima frase pensei que isto pudesse ser uma reflexão da Margarida Rebelo Pinto sobre o seu trabalho, quando cheguei à última frase percebi que era demasiado profundo e não tive dúvidas que, afinal, se tratava de uma composição do meu próprio filho de dez anos.

14 comentários:

  1. Vê-se que é filho de sua Mãe.
    Se Folha de Papel publicar um livro eu compro. Coisa que nunca fiz com a MRP.

    ResponderEliminar
  2. Juro que ao principio também me estava a inclinar ali para a MRP, mas aquela última frase…que delicia!
    Aos dez anos!
    Ah, filhinho especial!
    (Palmier, espetas-lhe, se me fazes o favor, com uma boa meia dúzia de beijinhos repenicados nas bochechas, por mim!)

    ResponderEliminar
  3. Grande, Folha de Papel ! E isso de parecer escrito pela Senhora é sem dúvida falta de óculos.

    ResponderEliminar
  4. A única coisa que posso dizer, é que o seu filho vai ser médico, a avaliar pela caligrafia lol!!!! Eu que o diga, porque trabalhei com médicos...é dose minha gente!!!

    ResponderEliminar
  5. Escritor e filósofo! Não é para qualquer um! :D

    ResponderEliminar
  6. Extraordinário é, aos 10 anos, escrever sobre livros, reflectir sobre o acto da leitura. Muitos com o dobro, o triplo ou o quádruplo da idade nunca o fizeram, sequer. Sinceros parabéns.

    Bom dia Palmier & Son :)

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Anónima,
      Antes de mais, deixe-me dizer-lhe que, uma vez que o meu filho, de vez em quando, vem ler o meu blog, o seu comentário "tem as horas contadas".
      Quanto ao terrível vaticínio que faz ao futuro dele, relembro-lhe que ele tem efectivamente dez anos e que ainda está muito a tempo de aprender. Para seu gáudio, deixe-me informá-la que, eu própria, dei erros até muito tarde...
      No entanto, e a razão que me fez publicar o seu comentário, é a de lhe perguntar até onde é que a cara Anónima conseguiu ir sem saber usar as vírgulas?
      Devia saber que, para criticar os outros, sobretudo crianças, com todo esse azedume, era suposto que, no mínimo, soubesse escrever...

      Eliminar
    2. Caramba, não me consigo controlar mas que espécie de gente é que critica um erro de uma criança de 10 anos? Eu respondo, escusa de queimar os neurónios, gente de merda, que nunca servirá, sequer, para lavar as retretes dos que critica.
      O miúdo escreve bem que se farta, aliás escreve melhor que muito adulto.

      Eliminar
  8. Para um menini de 10 anos,tem uma visão da leitura excelente!! Acho a letra uma ternura! Um beijinho ao Vasco!

    ResponderEliminar