quarta-feira, 22 de novembro de 2017

A Grande Obra - os outros apartamentos

E hoje, quando cheguei, fui informada que não podia subir lá acima, ao meu apartamento, que os degraus metálicos da escada do prédio estavam a ser colocados e que a única forma de chegar lá acima era através de escadas de encostar, que o senhor - sendo que o senhor é o meu consorte - talvez conseguisse, mas a senhora não consegue de certeza. E foi aí que eu tive de dar um gritinho histérico-indignado! O quêêêeeeeeeeeeee?! como assim, Senhor Pedro?! Se eu não consigo, o senhor é que não consegue de certeza! Depois de meses a acompanhá-lo aqui no meio da lama, do betão, à chuva, ao sol, a escalar andaimes, a descer ribanceiras, o senhor sai-se com uma dessas?! E então o senhor Pedro corou até à raiz dos cabelos, que realmente era verdade, que não sabia o que lhe tinha passado pela cabeça para dizer uma coisa daquelas, que devia ser a força do hábito, e pronto, lá ficámos amigos outra vez. 

Resumindo: hoje só tenho fotografias dos apartamentos de baixo, que estão a ficar tão giros, mas tão giros, que já não sei se não fico antes com um destes! 

Estas escadas estão uma verdadeira obra de arte da carpintaria!




A cozinha a comunicar com a sala de jantar, para os adeptos dos grandes cozinhados em grupo.


E  os painéis-paredes deslizantes, que dão para mudar a configuração das casas, e que estão... como hei-de dizer... top? :D


50 comentários:

  1. Muito bom gosto! Preciso do contacto desse arquitecto e desse carpinteiro! Demoram mas as casas estão muito, muito giras! Vamos ser vizinhas?

    ResponderEliminar
  2. Cozinha aberta... ... ...
    De resto, indefectível! Ah! Não esquecer O duche com vista <3 <3 <3

    ResponderEliminar
  3. Pára tudo! Está a tentar dizer que "A Grande Obra" é apenas um apartamento? Com vizinhos por todos os lados? Se lhe apetecer ouvir ópera às quatro da manhã pode suceder que o vizinho de baixo dê com o cabo da vassoura no tecto para reclamar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só um apartamento?! Como assim só um apartamento?! São quatro apartamentos, sendo que último é apenas o mais belo apartamento da cidade de Lisboa! Cobiçado pela própria Madona! :DDDDDDDDDDDDDDD

      Quanto à ópera, poderá ser ouvida noite fora (enquanto eu vejo séries na Netflix com auscultadores), tendo em conta que os isolamentos são de nível New York Times!

      Eliminar
    2. Não há uma piscina exterior? Não há relva onde se possa colocar uma cadeira para ler Roth? Palmier, a sério que é só um apartamento?

      Eliminar
    3. Claro que há! Achava o Tio Pipoco que eu ía descurar a cadeirinha na relva, junto à piscina, para ler Roth?! Sinceramente!... :D

      Eliminar
  4. Tio pipoco a destruir sonhos desde as 14:58:) palmy está maravilhoso ! Mas degraus metálicos ?!? Sério ?porque ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :DDDDDDDDD

      São uma parte dos degraus da escada do prédio, porque se fossem de betão eram mais grossos e íam atravessar uma janela, ou seja, de fora, ía ver-se um lance de escada a atravessar uma janela, que é uma coisa sinistra. Portanto a opção foi fazer dois dos lances numa grelha metálica, que fica invisível para quem está de fora :)

      Eliminar
  5. Palmier, conte-nos mais sobre os painéis deslizantes por favor. Fiquei curiosa com esse conceito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dos problemas que senti na minha casa actual foi a falta de versatilidade, daí que, quando fizemos este projecto, um dos meus pedidos aos arquitectos foi exactamente o de dar versatilidade às casas. A solução que eles apresentaram foi esta: painéis deslizantes que podem dividir as diversas assoalhadas de diferentes formas (ou ficar totalmente recolhidos e fazer um open space), consoante o gosto e necessidades de cada um. Nos dois apartamentos de baixo os painéis são fundamentais porque fazem a divisão entre a sala, sala de jantar e, se quem habitar a casa quiser, fazer, por exemplo, um escritório. Esses painéis ainda não estão pintados e, por isso, ainda não dá para ver bem, mas quando estiverem, ponho aqui para ver :)

      Eliminar
  6. Palmier como é que o painel desliza sem calhas? Adoro o chão, gosto de tudo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem calhas, mas são praticamente invisíveis. No chão é uma ranhura minúscula na madeira e em cima estão escondidas no tecto falso :)

      Eliminar
    2. Oh pá! Tenho um contacto tão bom numa empresa que desenvolve e fabrica essas paredes. Têm um portfólio maravilhoso, daqueles que dá vontade partir a casa toda e usar apenas as paredes deles. Caraças, se os teus arquitetos os conhecessem ficavam loucos!

      Eliminar
    3. Oh pá! Tens de me mandar o contacto dessa preciosidade!

      Eliminar
    4. Importam-se que me cole ao post e seja mais uma a pedinchar esse bendito contacto?! Que vontadinha de pegar numa marreta e começar já a demolir por aqui!

      Eliminar
  7. Não estando dentro do assunto da grande obra,pergunto:Os apartamentos estão á venda?Se sim eu poderei estar interessada,uma vez que ando á procura.E não,não estou a brincar.Daquilo que pude ver gostei muito.Grata pela atenção.
    Conceição

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para já ainda não estão à venda, mas sim, provavelmente venderemos dois quando estiverem prontos :)

      Eliminar
  8. A Grande Obra rebaptizada: A Grande Obra Muito Muito Gira!

    ResponderEliminar
  9. Tivesse eu coragem ( e dinheiro) e mudava-me já da invicta para a capital.
    Tenho 7 homens na minha vida: o meu avô, numa casa de pouco mais de 1m2 em Trás os Montes, o meu pai numa quinta, a 1 km da do meu avô, os meus 2 irmãos na Caparica, o amor da tia, um borracho de 21 anos, também aí, marido e filho aqui.
    Tenho alma e coração divididos, mas, carambas!...tivesse eu uma grande obra e a divisão ficava mais equilibrada.:D

    Lembrei-me dos meus homens ao olhar a tua Obra, porque o meu avô vibrava com as obras que os netos lhe mostravam na capital.( faz hoje 13 anos que partiu🤗)

    ResponderEliminar
  10. O que poderei fazer para ficar ficar a saber mais? Zona,assoalhadas, garagem,e claro preço.
    Grata.
    Conceição

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conceição, se quiser envie-me um mail, mas ainda não tenho os dados finais, nomeadamente o preço :)

      Eliminar
  11. Estar na sanita e ao mesmo tempo poder contemplar a natureza, não é para todos :))

    ResponderEliminar
  12. O duche tem alguma proteção visual do exterior?
    Estão lindos os apartamentos. Sou candidata para um.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os vidros são espelhados e, para além disso, todas as janelas que não têm portadas vão ter estores de rolo :)

      Eliminar
    2. Esse arquitecto vale ouro! :))))

      Eliminar
  13. Palmier, como a compreendo... Andei a ver casas e chegamos a uma em que as escadas ainda estavam a ser construídas, havia apenas uma periclitante escada de madeira para se subir ao primeiro andar. E não é que o agente imobiliário veio com essa mesma conversa de que eu, se calhar, tinha medo de subir? Até me apeteceu mandá-lo pela caixa das escadas abaixo. Enfim, lá subi e apercebi-me que o agente é que tinha medo de subir, estava a usar-me como desculpa. Homens!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahahahahaaahhahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahhahahhahahhaah

      Eliminar
  14. Parecem maravilhosos! Um desses painéis-paredes deslizantes serve para fechar a cozinha?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não a cozinha tinha um outro sistema para ser fechada, mas toda a gente nos diz que agora há muita gente que a quer assim, aberta... por isso suspendemos esse trabalho e ficou apenas um painel que divide a cozinha/sala de jantar da sala...

      (eu prefiro fechada, mas como os gostos não são todos iguais... de qualquer forma pode-se sempre executar esse trabalho...:)

      Eliminar
  15. Tenho a certeza de que a sensação seria diferente se estivéssemos aí, mas os apartamentos parecem, nas fotografias, um pouco geométricos demais.

    Não sei se faço explicar, mas dá a sensação de rigidez.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que estão muito bem e muito confortáveis, mas, claro, gostos são gostos, e se se gosta de uma arquitectura mais romântica, ou de um género mais antigo, por exemplo, percebo que não se goste deste estilo :)

      Eliminar
    2. (a minha casa actual foi remodelada pelos mesmos arquitectos há 13 anos - e continua super actual - e, vivendo lá, o que acho é que a arquitectura é super neutra. Nestes anos já refiz a decoração três vezes e tudo fica bem naquela base :)

      Eliminar
    3. As fotografias, por não serem muito amplas, também poderão contribuir para esse efeito.

      Se algum dia chegar a vê-los de perto, é provável que eu mude de ideias :D.

      Sim, é verdade que também deixa mais liberdade para decorar.

      Eliminar
  16. Tem sido uma aventura ver os progressos da "grande obra". Deve ser de doidos viver a situação. Gosto imenso dos resultados. De tudo: da tonalidade das madeiras, à luminosidade do wc, ao duche com vista, às linhas depuradas e clean. Mas o pormenor que me arrebata, (que eu tenho uma paixoneta por brincadeiras arquitectónicas) é o painel-parede deslizante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando vires os painéis dos dois andares de baixo ficas crazy! Este acaba por não ter um impacto muito grande na disposição da casa, mas os dos outros apartamentos são mesmo fundamentais! :DDDDDDDDD

      Eliminar
    2. *gasp* (Cá espero por essas imagens!) :D

      Eliminar
  17. Os posts da Grande Obra Muito Muito Gira são os meus preferidos! Em cada um, há sempre um pormenor que me apaixona.

    ResponderEliminar
  18. Está delicioso / suculento / versátil.

    Excelente opção pela iluminação indirecta nas salas e, suponho, quartos.

    O quadro eléctrico (os homens chamam-lhe conjunto de aparelhagem para lhe dar dignidade) tem bastante espaço e vários diferenciais (não consigo ver se tem DST ou disjuntores com corte de neutro mas imagino que o projectista tenha previsto uma nova rede de terra de protecção, coordenação de DST, equipotencialização de estruturas metálicas, etc.).

    O ATI dessa forma, confesso, para mim é sempre pequeno, mesmo se acompanhado da infame CATI, o remendo da Anacom para estas coisas. Prefiro um bastidor. A questão é como-é-que-se-convence-um-arquitecto-a-prever-um-bastidor? É verdade, não é fácil. Especialmente porque não pode ficar sob a cama, não "cabe na parede", não pode ficar na varanda etc.

    Mas, apesar de estar excelente, esses homens nunca mais acabam a porra do trabalho!
    Diga-lhes cara Palmier, especialmente ao S.Pedro, que o ó mandou dizer poças-pá-acabem-lá-a-porra-do-trabalho-antes-de-ganharem-aqui-raízes-com-a-chuva-a-haver!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não percebi nada! Na verdade nem tinha reparado que estava ali um quadro eléctrico! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eu sei... eles acham que "fazer bem" é sinónimo de "fazer devagar"... já desisti de me zangar, não há nada a fazer se não esperar... :D

      Eliminar
  19. Estou a pontos de dizer que doava um rim por essa cozinha!
    Só bom gosto! Muitos parabéns!

    ResponderEliminar
  20. E então, acabou por não subir a escada de encostar?! Pfff...
    Acho que deveria fazer um giveaway (tão na moda nos blogues)dum desses apartamentos! :D

    ResponderEliminar