quinta-feira, 19 de abril de 2018

Hello!

Fui ao cabeleireiro pintar o cabelo logo às oito da manhã, que é programa que abomino, mas tem de ser, uma vez que pretendo continuar a enganar toda a gente com a minha incrível juventude de cabelo castanho médio, referência N345, e logo eu que detesto ir ao cabeleireiro hoje quase quis que demorasse mais uns quinze minutos, que me faltavam sete páginas para acabar Os Despojos do Dia e estava mesmo lançada, nem mesmo a voz estridente da senhora das tintas me conseguiu desconcentrar, e, digo-vos, a voz estridente da senhora das tintas é capaz de acordar um urso hibernado a sete quilómetros de distância, mas pronto, por outro lado ainda bem que fiquei com aquelas belíssimas sete páginas para logo à tarde, para quando for levar a minha filha à situação de andar de patins, porque tê-las ali à minha espera também é muito bom.

(agora tenho de ir à procura do filme)

32 comentários:

  1. opah velhinha!? mas `tão que idade tem nossa querida Palmy? fiquei curiosa. depois é tão tão feio andar aqui a enganar os leitores...
    avanço com uns 42. pé 38. :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha... sou quase uma senhora idosa! Em termos de cabelos, então, praticamente uma múmia! Tenho cabelos brancos desde os vinte e poucos... um horror! :DDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. acertei, querida Palmy???! :D

      Eliminar
    3. omg podre de velha! :D

      Eliminar
  2. E sobre os dez dias sem posts nem uma justificação... Está certo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estavas com saudades minhas, não é? A vossa vida sem mim é assim, um deserto! :DDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Fica tudo muito difícil...

      ....

      ....

      (Não volta a fazer, tá?!)

      Eliminar
    3. Pronto, pronto, muita calma! Já passou! :DDDDDDDDDDD

      Eliminar
  3. Mulheres (com 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 95 como Celeste Rodrigues) que gostam de andar apresentáveis, cuidadas, deviam pagar coima porque afinal querem é enganar toda a gente com incrível juventude. Hello!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que se podia ir mais longe e pensar mesmo em cárcere! :D

      Eliminar
  4. Bom para Pipoco dissecar: Os Problemas da Mulher eheheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto dava praticamente para uma tese de mestrado! :D

      Eliminar
  5. mostraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mostro o quê?! O cabelo? Está sempre igual, adoptei o apanhado igual ao da minha avó, só vou mesmo ao cabeleireiro para pintar e mais nada. Tenho o penteado que dá menos trabalho no universo! :DDDDDDDD

      Eliminar
    2. quero ver se essas brancas dos 38 (38?... ah-ah-ah) ficaram bem escondidas :b

      Eliminar
    3. Achas?! Para as pessoas perceberem que eu vou a caminho dos cento e vinte e quatro anos, é? :DDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  6. Finalmente :) já estava com saudades das tuas histórias

    ResponderEliminar
  7. Eu gosto mais dos posts quando pintas o cabelo em casa :D
    Mas fiquei curiosa com o livro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora mudei-me outra vez para o cabeleireiro, acho que as tintas do supermercado me estavam a dar cabo do meu extraordinário cabelo :D

      (o livro é excelente :)

      Eliminar
  8. Raios! Sou ligeiramente mais velho que a cara Palmier e ainda não consegui comprar um bolide teutónico topo de gama... Oh, vergonha! Oh,mundo injusto! Na minha objectiva opinião já estou a merecer há uns dez anos. O carro, uma autocaravana e a reforma.

    Ah, mas em compensação deixo crescer o cabelo quase até aos ombros antes de regressar à máquina zero!

    (deve ser por isso que quase adormeço na cadeira do barbeiro)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É pintar as jantes de amarelo, Onónimo! Faz logo toda a diferença! :DDDDDDDDDDD

      Eliminar
  9. Palmier, como é que num post destes, a caixa de comentários se enche do assunto cabelo, como? Esse livro é EXCELENTE!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto nunca se sabe o que pode acontecer numa caixa de comentários:D

      Eliminar