quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Micro-feminismos

Recebi um mail da patinagem artística a convocar os pais das atletas para uma reunião por causa dos fatos para as competições, aqueles fatos uindos cheios de brilhos e lantejoulas. Olhei para aquilo e pensei de mim para mim, olha, vou fazer uma partida ao meu consorte e pedir-lhe para ser ele a tratar disto, convicta que estava que ele me iria dizer que de fatos de lantejoulas não percebe nada e eu depois podia queixar-me "tudo eu, tudo eu...". Rimo-nos todos imenso aqui no escritório com esta minha ideia. Reencaminhei o mail com a pergunta: trata disto? recebi agora a surpreendente resposta:

Sim.


(e agora já estou aqui a imaginar um cenário de horror, a pobre criança com um fato todo mal amanhado, tamanho XXL a arrastar pelo chão e a perder lantejoulas a cada salto...) 

57 comentários:

  1. Não percebo o que te preocupa. A participação dos pais não se limita ao pagamento?...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aí é? Eu cá não sei, que tirando o fato do clube, ainda não se tinha posto esta questão!

      Eliminar
    2. Isso. Pagar a pensão e ver os filhos de quinze em quinze dias ou de mês a mês...e já goza.

      Eliminar
    3. Anónima, acho que a Picante está a dizer que a participação dos pais - mãe e pai - nestas coisas dos fatos das provas desportivas se limita ao pagamento dos mesmos. Não está a dizer que a função dos pais - homens - é pagar...

      Eliminar
    4. Pah não tenho paciência. Mas é que não tenho mesmo. Temos aqui Trudeaus? Vou passar a dizer pessoas que vivem com as crianças unidas por laços de sangue.

      Eliminar
    5. Palmy, a mim nunca me pediram opinião sobre nada, os treinadores decidem, em estando bem dispostos auscultam as atletas, as pessoas que vivem com as crianças unidas por laços de sangue, pagam.

      Eliminar
    6. (aí minha Nossa Senhora das Aflições que deixei de fora as crianças adoptadas! E agora? Olha as pessoas que dão os apelidos às crianças pagam. Pronto)

      Eliminar
    7. Ahahaahahahahahahahahahahahahaahhahah
      Ía dizer isso mesmo! Que estavas a discriminar as adoptadas! : DDDDDDDDDDD

      Eliminar
    8. "em estando bem dispostos auscultam as atletas, as pessoas que vivem com as crianças unidas por laços de sangue, pagam.". Obrigado A Mais Picante. É sempre reconfortante e divertido ver-te a dar a volta às palavras. ;)

      Eliminar
    9. E eu a cuidar que o Patife era mais de outras voltas....

      Eliminar
    10. Pipocante Irrelevante Delirante9 de fevereiro de 2018 às 11:23

      O Patife tem ar de encarar as questões fracturantes de frente, mas depois dar-lhes (meia) volta.

      Eliminar
  2. Ahahahahahahah Corajosa!

    (ou louca! quero ver como recuperas a tutela!!! agora que tinhas oportunidade de vestir Barbies novamente!!!)

    A esta hora está Monsieur Palmier a consultar sites de fatos de patinagem!!! Ahahahahah

    (cê vai apanhá surpresa!!! #teammonsieurpalmier)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahhahahahahahahahahahahahahahahahhahahahaha
      Eu quero este assunto de volta ao meu domínio! : DDDDDDDDDDD

      Eliminar
  3. E esteve o consorte no seu escritório, a rir-se quem nem um perdido, depois de ler o seu email em voz alta e dizer aos colegas: Agora é que eu a tramo. Vou-lhe responder "sim amor" só para ela não se armar em engraçada.
    Imagino eu que tenha sido isto e, agora, estão ambos à rasca porque nenhum quer levar avante o seu plano de chatear o outro mas também não querem perder a compostura. Acertei? :))))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahhah
      Os dois a remoer, a ver como descalçamos a bota! : DDDDDDDDDDD

      Eliminar
  4. Trata o marido por você?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sou a/o anónima/o de cima, mas tenho muuuuuuuuuuito tempo. Ora conte lá, que eu estou aqui a cismar como é que nos tempos de hoje ainda há trate por "você" alguém com quem se partilha a cama (e não só). E não estou a ser irónica, estou genuinamente intrigada.

      Eliminar
    2. Ora Genoveva, sou eu que sou uma anacrónica!

      Eliminar
    3. Genoveva,então não vê que estas pessoas são "supebem"? Não se podem comparar à plebe???

      Eliminar
    4. Evidentemente, cara Anónima! Ah... já agora agradecia que, sempre que entrasse aqui no blog, fizesse a devida vénia e, por uma questão de etiqueta, se dirigisse a mim por HRH Palmier Encoberto! É que temos de ser rigorosos nestes assuntos da luta de classes!

      Eliminar
    5. Estas newbies, Palmier ;)

      A Palmier já aqui contou a razão de tratar o marido por você, nada tem a ver com ser supebem.
      Tivessem chegado mais cedo, ora! :)

      Eliminar
    6. Isso é que é boa memória, Daniela! :D

      Eliminar
    7. Eu também me lembro. ☺

      Beijinhos.

      Maria

      Eliminar
    8. Eu sei, eu sei, eu sei!!! Procurem que tb ficam a saber! Só que não lê a Palmier é que pode achar que é supebem!! Até vos ajudo, procurem por "consorte". Este anônimos mauzões, são uma maravilha, animam sempre a caixa de comentários.
      Agora despeço-me HRH Pallmmier de Encoberto Açüccccar e Baunnilha,
      atenciosamente,
      Um servo.

      Eliminar
  5. Por falar em fatiotas e tal...onde estão os sapatinhos amarelinhos Palmier?! Nós queremos ver! E o tal vestido daquele tal site também...Por favor Palmi querida :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda estão dentro da caixa guardadinhos, que está muito frio! E o vestido tem de ir à costureira para subir a bainha :D

      Eliminar
  6. Esta noite sonhei contigo, que me tinhas convidado para visitar a grande obra.
    Surpresa das surpresas, em vez de paredes brancas e chão de madeira, a grande obra era nem mais nem menos que uma réplica dos cenários dos teus quadros. O escritorio do teu marido era o do processo disciplinar, uma das salas era a das almofadas, o teu escritório tinha papel de parede verde, como o dos papagaios. A tua cozinha, a casa de banho...
    e sabes que mais? Ali fazia tudo sentido.

    Estavas a pintar um quadro maravilhoso! Chamava-se "aula de canto". A Senhora usava um vestido azul claro, de organza, do género daquele cor de rosa do quadro do chá com a porteira. Estava sentada numa banqueta de piano mas em frente à uma mesa de ferro forjado e dactilografavas numa máquina muito antiga (com a postura de quem toca piano). Ao teu lado estava um suporte de metal com uma partitura e pousado no topo do suporte estava uma galinha)


    (Trabalhas em comissão? Quero um quadro assim, por favor)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahhahahahaahhahahh
      Vou fazer todo um decor baseado nas pinturas e até tenho a máquina de escrever! Só me falta a banqueta do piano! : DDDDDDDDDDD

      (E já agora, devias gravar os sonhos, parece-me que eram uma fonte inesgotável de inspiração!!)

      Eliminar
    2. E vais adotar uma galinha? A Cutxi ia adorar! Já estou a imaginar as duas em aulas de canto dadas por ti, ao som de uma máquina de escrever antiga.

      :DDDDD

      Eliminar
    3. Sim, uma galinha de estimação! É bastante comum!:DDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    4. A minha avó teve uma galinha de estimação. Mas a minha família é um pouco estranha....

      Eliminar
    5. Ahahahahahahahhahahahhahahahha
      A sério?! E era fofinha e obedecia?!

      Eliminar
    6. Em casa da minha avó havia um ganso de guarda, era terrível e mordia a toda a gente!

      Eliminar
    7. Seguia a minha avó pelo jardim todo,deixava-se pegar e picava os gatos que se aproximavam. Era traiçoeira,ou provavelmente bastante inteligente, esperava que os gatos estivessem de costas para os picar.

      Eliminar
    8. O meu sogro teve uma galinha de estimação, a Có, que o seguia por toda a casa. E moravam num apartamento...

      Eliminar
  7. Ora bem, tendo assistido (disclaimer: via blog, não sou uma stalker) às várias reações do Mr. Palmier face às escolhas de vestimentas/calçado da Palmier, eu cá até sou menina para achar que vai correr bem :D #votodeconfiança #MrPalmiernaomedeixeficarmal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso, isso, ainda me hão-de vir cá pedir batatinhas!:DDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  8. Acredita, Palmier, tu acredita. Se disse que ia tratar, tu confia. Confia até ao fim. E se não estiver a rigor, agradece na mesma. Distorce a realidade, se for necessário. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas


    1. Certo! Vou ser forte, vou conseguir!:DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  9. Vai seguramente sair uma fatiota de peso... estou a pensar Swarovsky, claro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E depois sai um Post em parceria com :DDDDDDDDDDD)

      Eliminar
  10. Eu depreendo que consorte só se dispôs a ir à reunião. Vai trazer tudo anotadinho num "post it", na pior das hipóteses vai achar que não necessita tirar notas porque evidentemente um homem não se esquece de nada e Palmier vai ter de telefonar a uma outra mãe a perguntar afinal o que é para fazer/comprar/encomendar e vai ficar na lista negra das supermães que ficam nos balneários a mudar collants e fazem aqueles penteados perfeitos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha reputação vai ficar totalmente arruinada! :DDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Pipocante Irrelevante Delirante9 de fevereiro de 2018 às 11:41

      Mais um comentário preconceituoso e carregado de ódio.
      E sem qualquer fundamento. Só mostrando falta de conhecimento.

      Homens não usam "post it" em reuniões. Usam agendas, físicas ou electrónicas. De preferência ambas, porque a redundância é essencial na solução de um cenário de crise. Um homem tira notas. Sempre. Por vezes dizem que não, porque em discussões com as Caras-Metade, essas notas serviriam de prova factual de que a razão está do lado deles, o que colocaria em risco cerca de 93% (estudos certificados) dos casamentos. No final será Palmi a executar a tarefa? Pois claro, o homem é por norma um ser benevolente, sabe que a mulher tira especial prazer dessas situações (pensar que salva o dia, e queixar-se do esposo no ambiente tribal das capazes), e claro que, a bem da felicidade do casal, não a quer privar dessa satisfação.

      Ponha ordem nesta casa!

      Eliminar
    3. Ahahhahahhahahhahahahahahhahahahahahahahahahhahahahhahahhahahahahhahaahahhahahahahah
      Adoro! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  11. Pipocante Irrelevante Delirante9 de fevereiro de 2018 às 11:27

    Mais um post altamente sexista.
    Na linha dos conteúdos que este blog segue.
    Regido pelo ódio, preconceito e invejas.

    Não só o fato escolhido vai ser deslumbrante do ponto de vista estético, como será mais funcional do que se alguma vez fosse escolhido por um elemento do sexo feminino.
    Não me surpreenderia se fossem adicionados extras como bluetooth, wifi e uns bolsos onde cabem um canivete, uma garrafa de água e documento identificativo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahhahahhahahhaahahahhahahhahahhahahhahahhahahahahahahahahahhahahhahahahahahaaha
      Men power unit! :DDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  12. Note to self: não ler os comentários da Palmier enquanto se come sopa.

    ResponderEliminar
  13. Parece que uma das frases que as mulheres mais gostam de ouvir da sua cara metade será:
    - "Eu trato disto!"
    Agora é aguardar e esperar o melhor ;)

    ResponderEliminar