sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Oh pá... queria tanto, tanto, tanto ter um burro, fui agora ver à net e há imensos à venda!

Há alguém aí que perceba de burros, como é que se toma conta de um, o que é que comem, onde se compra a alimentação, se é preciso uma casinha, se se comportam como os cães, se são amigos dos seus donos, se gostam de miminhos, caramba, já me estou a imaginar sentada no sofá com o meu burro de estimação de um lado e pequena Cutxi (horrorizada) de outro ... são maravilhosos e adoráveis, o animal mais fofo do universo, e eu quero um! 

Vá, venham comigo, vamos todos pedir à minha Maman para me deixar ter um burro em casa dela!

(Já estive a ver tudo o que é preciso e acho que bastava comprar uma daquelas casinhas de madeira do Aki, até lhe podia pôr umas cortinas aos quadrados encarnadas e brancas nas janelas, e pronto. erva tem, água também, o terreno está vedado, é tudo perfeito! É só arranjar um veterinário para ir aí de vez em quando ver os cascos e dar desparasitante... oooooooh mãeeeeeeeeee, vá lá! Vais ver que também vais adorar o nosso burro!)


57 comentários:

  1. Sim, por favor, Maman de Cleópatra (tenho andado a ler posts antigos), deixe-a ter um burro de estimação na sua casa! Aposto que Canis se ia dar lindamente com ele.

    Eu gostava mesmo, mesmo, mesmo de ter um pato! :DD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahhahahhahahahhahahahhahahahhahahha
      Podemos pedir à minha Maman para também te deixar pôr lá um pato! :DDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. OMG, achas que ela deixa? :D

      Aiii que entusiasmo! Pronto, já estou a pensar em nomes :DD

      Eliminar
    3. Se me deixar ter um burro, não vejo por que não te havia de deixar ter um pato! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    4. Nesse caso, ficarei ansiosamente à espera da resposta de Maman. Quero um pato-real (anas platyrhynchos) e vai chamar-se António :D

      (Só espero que o burro se dê bem com o António...)

      Eliminar
    5. http://palmierencoberto.blogspot.pt/2016/08/nada-como-um-pouco-de-natacao-para.html#comment-form

      bons velhos tempos :DDD

      Eliminar
  2. Moro nas Almoinhas Velhas (Malveira da Serra / Cascais) e temos um burro como vizinho aqui ao lado. É muito amoroso, tenho uma filha com 2 anos que adora fazer-lhe festinhas. O burro é novinho, tem 2 anos e pouco por isso adora andar aqui no terreno a pastar e ter espaço para correr (às vezes vemo-lo a correr atrás dos gatos...). Apesar de amoroso é preciso ter algum cuidado porque pode dar coices. É teimoso (verídico) e é preciso saber levá-lo, tem muita força portanto é um bocadinho tipo encantador de cães - é preciso ter confiança e segurança.
    Quanto a alimentação, as drogarias aqui da terra têm ração para animais e sei que ele também come feno, frutas, legumes e pão - é muito guloso, até.

    Já aconteceu várias vezes ele fugir (são muito espertos!) e aqui na rua há alguns cães que costumam andar soltos. Nunca se pegaram mas ladram-lhe muito e o burro faz-lhes frente! :) Mas sendo animais do mesmo dono, penso que é uma questão de se habituarem uns aos outros. Sei de casos em que alguns cães se pegaram com burros/cavalos e não foi bonito mas são raças mais portentosas do que Canis e Cutchi. Se houver, por exemplo, um pastor alemão ou outro animal de raça tipicamente mais dominante e com um tamanho considerável, eu não os deixava juntos sem supervisão. Por exemplo, nós temos 2 cães grandes e 2 porquinhos vietnamitas e não os deixamos juntos sem a nossa supervisão - dão-se bem mas o cão há-se ser sempre predador e o porco há-de ser sempre presa. Para além do que têm linguagens corporais diferentes e pode haver ali alguma coisa que facilmente faça o cão atacar por instinto! Penso que com um burro se pode seguir um raciocínio semelhante.

    Temos aqui ao pé na Quinta do Pisão (pertence à CMC) akguns burros, acho que pode lá ir fazer as perguntas todas! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com o Canis quase posso jurar que não há problema nenhum, é um cão verdadeiramente pacífico, já a Cutxi é um bocado excitadinha e tem a mania de ladrar a tudo o que mexe (já ladrou loucamente à vaca da Hale-Hop... :DDDDDDDDDDDD), mas, com o tempo, era capaz de lhe passar (espero!). Mas adorava, são mesmo fofos! Vou então tentar estar com um ao vivo, para perceber se era capaz de ter mão nele :D

      Eliminar
    2. Então vá em frente! :D
      Fique sabendo que até tem subsídios do estado por ter uma espécie em vias de extinção.
      Nós temos os porquinhos também como animais de estimação (nem sequer comemos carne, não são de criação) e os miúdos adoram! Além disso, à noite soltamo-los do cercado e comem as ervas daninhas todas do jardim. Quando quisemos colocar mais relva numa das partes do jardim, pusemos lá os bichos 2 semanas e comeram as ervas todas e revolveram a terra, foi espectacular ehheeh

      Eliminar
    3. É mesmo isso que tenho de explicar à minha mãe, que ter um burro é mil vezes mais eficiente que ter um jardineiro! É só pontos a favor! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    4. Eu conheço os burrinhos dessa Quinta! São uma ternura. Primeiro chega-se um, mas quando os outros notam que é para festinhas, todos perdem a timidez. Derreti-me na última visita: gostaram tanto das festinhas que depois nos foram acompanhando ao longo da vedação.
      Na Tapada de Mafra também os há. Aí tivemos autorização para entrarmos no recinto de uma burrinha. Estivemos a dar-lhe festas enquanto comia. Mas como não somos entendidos neste tipo de animais, embora gostemos muito deles, quando ela começou a zurrar entrámos meio em pânico e decidimos sair dali, já que a bicha parecia excitada e poderia vir dali coice. Depois é que o tratador explicou que ela estava a gostar (muito!!!) da atenção e dos mimos.

      Eliminar
  3. Ahahahah...ora aí está a escolha acertada. Um burro!
    :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São tão fofos que toda a gente devia ter um burro! :D

      Eliminar
  4. Eu confesso que seria uma pessoa muito feliz se tivesse um burro e uma cabra. Também gosto de porcos.
    E estou a falar a sério.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai ver o link abaixo, burros + cabras = <3

      Eliminar
    2. ana, és a minha gémea blogueira, no que a bicharada diz respeito :)

      Eliminar
    3. E ovelhas?! Por que razão deixam de fora as ovelhas?! O que eu gostava de ter uma ovelha e de lhe pintar o pêlo de cor-de-rosa... (também podia ser um poodle, mas uma ovelha era mais fixe...)

      Eliminar
    4. talvez porque as ovelhas nao tem "atitude" como as cabras e os burros (há quem lhe chame teimosia :b)

      Eliminar
    5. Não têm atitude porque ninguém lhes pinta o pêlo de cor-de-rosa! E depois com aquele pêlo branco sujo ficam deprimidas, claro! :DDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    6. adianto-te já que não és a autora dessa maravilha. num país longinquo, não sei qual, onde é tudo branco (neve, gelo, ovelhas), alguém já as pintou para se verem ao longe.

      aliás, isso é algo que se faz com frequência.
      envio um exemplo rafeiro, só para ilustrar o post

      http://www.alamy.com/stock-photo-holwick-middleton-in-teesdale-co-durham-uk-12th-december-2015-as-snow-91596535.html

      Eliminar
    7. Estás doida?! Essa parece uma criatura que pintou o cabelo há seis meses e já está com o corte todo janado e umas raízes sinistras! Eu quero uma ovelha com o pêlo todo fru-fru e cor-de-rosa daquele mesmo forte! Daquele que uma pessoa olha e fica em sofrimento my eyes, my eyes! Até já pensei na falta que faz esse negócio para os cães... já imaginaste? Uma especialista em tintas para pêlo de cão? Os cães todos a sair da tinturaria com o pêlo verde, amarelo, encarnado, violeta... oh pá... era maravilhoso!

      Eliminar
    8. Também quero ovelhas! E coelhos! E patos! Quero tudo!
      ( 0 meu padrinho de baptismo é o S, Francisco de Assis, se calhar é por causa dele que eu sou assim)

      Eliminar
    9. moça, já existe :) eu é que nao tenho tempo para varrer a net, OBVIAMENTE, que a qualidade do pintor nao se assemelha à tua :)) e se é para pintar, mais vale mesmo que seja a lã das ovelhas, deixa lá os pobres dos cães em paz...

      Eliminar
    10. Oh pá! Vamos pôr estes animais todos em casa da minha mãe! :DDDDDDDDDDDDDDDD

      O flor, tu desculpa, mas imagina taeko e yukiko, uma em cor-de-laranja e outra em azul eléctrico! Era o must-have da estação! :DDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    11. claro! eu pago seguro de "animais potencialmente perigosos" e tu queres pintá-las de laranja choque e azul eléctrico....


      (era tãoooooooooooooo fixe :))))

      Eliminar
    12. fait attention! Isto é um negócio com imenso potencial! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    13. caramba.... tu ditas mesmo as tendências na blogosfera...

      https://dererummundi.blogspot.pt/2018/03/ditos-burriquitos.html

      Eliminar
    14. Se não fosse eu, a industria livreira nem tinha assunto! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  5. https://www.facebook.com/trynottolaughpets/videos/1979108529006521/

    ResponderEliminar
  6. Maman Palmier, pleeeeeease, pretty please (com olhinhos de gato do Shrek), deixe a Palmy ter um burro.

    Prós:
    Os animais de companhia são excelentes companheiros das crianças, ajudam ao seu crescimento e reforçam o sentido de responsabilidade. Plamyzinha e pequenos Palmiers serão bem mais responsáveis se tiverem um burro;
    Canis terá uma amiguinho do seu tamanho para brinca;
    Os animais de companhia podem frequentar cafés e restaurantes dentro de poucos dias;
    Palmy terá um modelito real para as mega produções fotográficas do blog e, sobretudo, para os quadros;



    Contras:
    ZERO!
    (vamos fingir que os cocós do burro se limpam sozinhos, que a palha da casinha de madeira se troca sozinha, que nos dias de calor vai cheirar a burro num raio de 500 metros, que o burro não trará moscas, que Canis não se vai pegar com ele na primeira oportunidade que tiver, que os burros não têm uns dentes enormes nem dão coices - uma pessoa nunca sabe o que lhe vai no pensamento, se lhes dá para atacarem aquilo é bicho para magoar - e que ideia de ter um jerico não é a ideia mais jerica dos últimos tempos)

    PS - Pelo amor à Arte, Maman Palmier, deixe a Palmy ter um burro! Queremos muito ver a Senhora retratada em cima de um burro, como se do melhor puro sangue lusitano se tratasse.
    (Um porco também não seria mal pensado)
    :DDDDDD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fogo! Era lindo, já me estou a imaginar com aqueles fatos que as cavaleiras usam nas competições de saltos, mas em cima de um burro! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Acabei de imaginar uma senhora super, mega, chique, estilo Palmier, a entrar num restaurante acompanhada do seu burro...

      Eliminar
    3. Ahahhahahhahahahahahahahhaahahhahahhahahahhahahahhahahhahahahhaha
      Então e qual era o mal! É um animal de estimação como outro qualquer! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    4. ahahahahaahahahahahhahahah! aqui na capital todas as influenciadoras te copiariam!

      Eliminar
    5. Tudo a passear os seus burros no Chiado! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    6. Todas a tomar um chá. A Palmier, com o seu burro, a Flor com a sua cabra, eu com o meu porco...
      Palmy, acho que podias fazer um quadro com este tema.

      Eliminar
    7. É o Fungagá! Fungagá da Bicharada!

      Mas em chique :DDDDD

      Eliminar
    8. Eu morro com estes comentários. Eu bem digo que este é o melhor blog de sempre! =D

      Eliminar
  7. A D O R O BURROS!!! Arranja um burro mirandês!! SÃO LINDOS!! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei! Foram esses mesmo que estive a ver! :DDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  8. Eu tive em criança!Que saudades da ESTRELA a nossa burrica!Depois nasceu a ESTRELINHA e aí foi mesmo a loucura!Era o meu(nosso) boneco de pêlo!Eram meigas e eram estrela,porque tinham as duas uma mancha na testa em forma de estrela!Que saudades das minhas Estrelinhas e ser criança!(ainda sou mas já não tenho as minhas ESTRELINHAS!
    Beijinhos
    Conceição

    ResponderEliminar
  9. Maman de Palmier pode unir-se aos meus papás numa espécie de associação de apoio a pais traumatizados: num aniversário da minha mãe, cheguei a casa da faculdade com o patinho Sebastião, (isto depois de ter levado o bicho às aulas, ter feito o caminho com ele de transportes públicos, e o pobre pato ter ido à RTP onde conheceu um famoso fadista). Ponto alto da história: na época morávamos em apartamento. Isto sem falar no coelho albino Tomás, que também me passou a acompanhar nas aulas e em todo o lado, inclusive restaurantes.
    Burrinhos, cabrinhas, galinhas, ovelhas... Por mim tinha um zoo. O que me leva a crer que há um motivo pelo qual o meu marido insiste para que fiquemos a morar em apartamento... Hummm....

    ResponderEliminar
  10. Eu, que sou toda a favor do burro - e celebro todos os anos o dia do burro - gostaria apenas de deixar aqui duas notícias burró-relacionadas: o americano que pagou uma multa milionária porque o seu burro começou a comer um McLaren cor-de-laranja (ergo cor de cenoura) e a do burro soviético (russo? búlgaro? não me lembro...) que há uns anos comeu um turista que lhe foi lá fazer festinhas.
    Curiosidades para compor o ramalhete :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hã?! Oh pá... estou aqui atrapalhada para ver se me despacho para ir de fim-de-semana... mas um burro comeu uma pessoa?! E deu umas dentadas a um carro?! Deuses! Será que quero um assassino no terreno dos meus próprios pais?! :D

      Eliminar
    2. Tudo histórias verídicas!
      http://www.dailymail.co.uk/news/article-4928472/Donkey-eats-carrot-coloured-supercar-owner-court.html
      A outra não a encontro e não queria deixar de responder antes de ir de fim-de-semana. Comentários às 6 da manhã aparentemente são polémicos :D

      Eliminar
  11. Em criança tive uma cabra que acabou por se tornar um animal de companhia, seguia-me para todo o lado e era muito divertida. Tal como os burros, há que saber levá-los.
    Força, Palmy! Mas sugiro que sejam 2 para fazerem companhia um ao outro :)

    ResponderEliminar
  12. Respostas
    1. Ahahhahhahahahhahahahhahahahhahahahahhaha
      Barricou-se! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Não será antes "Burricou-se"?

      Eliminar
  13. Mas já tens um cavalo na sala, agora queres um burro? Mas vais dedicar-te à criação de equídeos?
    Já que estamos numa de pedir coisas a Maman, uma zebra!!!! São muito mais giras, aquele pelo lustroso, sempre fashion. Já tinhas pensado nisto???? A zebra é muito mais in, mas o burrico também é fofo. Pede os dois!

    ResponderEliminar
  14. Que bom! Um remake de "Mosquita e o burro Tulipa"! :D

    ResponderEliminar
  15. Madame Palmier, não tem com que se preocupar. O burro é um animal bastante adaptável. Um amigo meu que vive num 3.° andar na Picheleira disse-me que convive diariamente com o burro dos vizinhos da porta ao lado, que têm o bichinho instalado feliz e contente no patamar do piso...

    ResponderEliminar
  16. https://aserioputo.blogspot.pt/2018/02/a-pedido-da-palmier.html

    Esperamos que ajude, em troca queremos uma volta de burro :D

    ResponderEliminar
  17. pode sempre apadrinhar um...
    https://www.aepga.pt/

    ResponderEliminar
  18. Parece que tambem ha pessoas que abandonam burros, seria boa ideia adoptar um e dar-lhe uma "familia" :)

    ResponderEliminar