domingo, 29 de julho de 2012

Eu sei que não é um Dacia Duster, mas...

Fui contactada por uma marca de automóveis que, na sofreguidão de aumentar as suas vendas, necessitava desesperadamente da ajuda de uma famosa e destemida blogger como eu. Assim, acenaram-me com uma pilha de notas e eu, pessoa extremamente fácil e nada escrupulosa, dispus-me, de imediato, a fazer a publicidade encapotada que me solicitavam. Assim, e porque nada sei sobre carros, pelo nome do bicho, pus-me logo a imaginar como seria tal viatura. Na minha cabeça, não sei bem porquê, imaginei um potente camião TIR, daqueles de 16 rodados, o que me complicaria vagamente o dia-a-dia, mas, tendo em conta os montantes envolvidos, decidi que valia a pena sujeitar-me à suprema humilhação de me passear por Lisboa de camião, com uma face de quem está extremamente feliz.
Quando fui levantar o animal, qual não é o meu espanto quando me deparo com um simples citadino. Mas atenção! Apesar de simples, era perfeito para as minhas voltas na cidade. Uma coisa a pensar no pára e arranca, no entra e sai das crianças, no põe cinto, tira cinto, com um lugar especial para o animal de estimação (no tejadilho, para ir fresquinho), com uma bagageira gigante feita à medida das minhas infindáveis tralhas. Nesta meia dúzia de dias em que me passeei nesta viatura e porque os bancos eram totalmente rebatíveis, aproveitei para ir 17 vezes ao IKEA porque, desta forma, podia rebater aquilo tudo e experimentar conduzir sentada no banco de trás no meio das embalagens planificadas, o que é sempre uma experiência extremamente agradável. A sério! Este carro é uma autêntica banheira! Parece que estamos num campo de futebol, tal é a a imensidão do seu espaço interior. 
É um carro super, super fácil de conduzir e senti-me sempre bastante segura, excepto daquelas vezes em que com uma pequena aceleradela entrei com bastante vigor no interior do carro que se encontrava à minha frente. Mas, vendo as coisas pelo lado positivo, isto é uma forma encontrada pela marca para proporcionar aos seus utilizadores contacto social com outros condutores. Uma maneira de incentivar a troca de experiências.
- Posso afiançar que a oficina da marca trabalha muito bem, porque tive de me dirigir lá inúmeras vezes para me queixar do barulho emanado pelo motor. Desconfio que me deram um exemplar com o tubo de escape roto, tal era a chinfrineira. Mas até isso acabou por ser agradável porque assim os transeuntes olhavam imenso para mim e eu podia sorrir e acenar dizendo-lhes, simplesmente um "hoje deu-me para isto!"
- Também pude constatar que é um utilitário bastante poupadinho. Nestes dias, só tive de encher o depósito 3453565682658 vezes o que, para mim, não significa absolutamente nada;
- Por último, posso afiançar que é uma viatura bastante acessível. Por, apenas 400,000 €, podem adquirir esta pechincha da tecnologia. Depois de tanta gente me ter observado neste citadino, há agora sérios riscos do mesmo esgotar, pelo que aconselho vivamente que acorram de imediato ao stand mais próximo.
Enfim, depois destes dias tão encantadores, estou em crer que o meu Palmiorsche, está condenado ao abandono e que passarei a envergar este novo Palmierari, para as idas ao supermercado.
Deixo-vos agora com uma singela imagem da viatura (que vocês também não merecem mais e eu estava com um certo receio que o dono da máquina voltasse e me apanhasse nesta triste figura) com toda a sua pompa e circunstância.



Então, o que acham? A malta desta marca vai ficar satisfeita com esta publicidade extremamente discreta, ou quê?

7 comentários:

  1. A mim parece-me um Palmierari!
    Ahahahahahahaha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Palmieorsche é a minha velha viatura! Já acrescentei que, de futuro, passarei a envergar um Palmierari :DDDD

      Eliminar
    2. Tens razão, desculpa; estava já balhelhas de soneca...

      Eliminar
  2. Ahahahahhahahahahahah 'hoje deu-me para isto' XD
    Agora, o próximo passo, e abrires uma loja. De chapéus :D

    ResponderEliminar
  3. ahahahahahahahahaha
    Que figuraça! O palmierari fica-te supé bem.
    E depois de todo este momento marketeiro estou convencida e vou trocar o meu chaimite por um chaimiterrari!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje foi só acelerar os nossos Raris pela A2 :DDDD

      Eliminar