segunda-feira, 23 de julho de 2012

Nada neste Blog tem segundas intenções

E como os meus bloqueios duram apenas coisa de escassos segundos (é o tempo de pagar a multa), já me encontro de regresso ao trabalho.
Desta feita para me zangar convosco. Assim, e tendo em conta as centenas de e-mails que recebi com acusações vis e mesquinhas que, com ESTE post  eu estava, na realidade, a fazer publicidade encapotada, reservo este espaço ao meu direito de resposta.
Este blog não aceita qualquer tipo de publicidade paga. Na verdade, o agricultor Pickles é um grande amigo da família. Faz parte do grupo “pessoas humildes” que gostamos de receber em nossa casa, com o objectivo de nos apercebermos de como vive este segmento da população. O agricultor Pickles não despendeu qualquer quantia monetária para a revelação dos espectaculares colares (que são produzidos diariamente com os produtos mais frescos e biológicos, do mercado nacional). Produtos usados apenas e só por pessoas com apurado sentido de estética e estilo. Nada me levaria a publicitar um adereço de moda que não me agradasse de verdade. Tudo o que aqui vos apresento é da minha mais profunda predilecção. É claro que o agricultor Pickles tem dificuldades em escoar o seu produto e, tendo em conta que sou pessoa amiga de ajudar o seu semelhante (salvo seja, que eu sou muito mais gira), dei-lhe oportunidade de colocar os seus produtos à venda na minha loja. Mas atenção! Não tenho qualquer interesse nas vendas do mesmo. É, apenas e só, uma atitude profundamente altruísta. Daquelas que caracterizam a minha maneira de ser.
Assim sendo e tendo ficado bem clara a minha atitude extremamente caridosa, espero que não voltem a virar-se contra mim quando vos vier falar do espectacular champô de dentes de alho, ou do creme hidratante de rodelas de cebola que tenho na manga, ou melhor, que o agricultor Pickles tem na manga. São cremes e champôs para lá de bons, sujeitos aos estudos científicos mais rigorosos e que já foram testados nas ovelhas do agricultor Pickles que, curiosamente, sobreviveram (apesar do odor que, neste momento, exalam).
Pronto, era só isto. Espero que tenham aprendido a lição!

4 comentários: