sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Habemus ferro :)



E apesar de estarmos loooooooonge da última fase, a anos luz, mesmo, posso já começar a sonhar com os acabamentos. É que, depois de anos a sofrer com os armários-despensa, em que fica tudo amontoado nas profundezas das prateleiras, vi esta ideia genialmente simples que... oh pá... quero! 

12 comentários:

  1. Pelo menos anémica não ficarás nunca...

    ResponderEliminar
  2. Mas sem o micro-ondas lá dentro, por favor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem o microondas, claro! :) A boa ideia é mesmo a de aproveitar as portas para ficar tudo à vista e diminuir a profundidade das prateleiras.

      Eliminar
  3. Ok, já percebemos. Nos próximos tempos, as cozinhas brancas dominarão este blogue :) :) :) :D :D :D
    (Sim, sem micro-ondas lá dentro!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Workshops de felicidade para breve! :DDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Pleeease!
      que amorrrrrr!

      Eliminar
  4. Tive um amigo que tinha uma cozinha dentro de um armário, o principio era esse, fantástico para quem gosta de ter tudo arrumado e longe da vista.

    ResponderEliminar
  5. Ai Palmier, Palmier.... como eu compreendo. Quando construímos uma casa a nossa mente não tem descanso. E, no final (muitas dores de cabeça á frente) olhamos para a fatura e, ohhhohhhhooohhhh............Força Palmier!

    ResponderEliminar
  6. Pensei ser a única a detestar prateleiras profundas (e guarda-roupas). Sempre me fez impressão termos de quase entrar, etc.

    Vou adorar ver as ideias da Palmier :).

    ResponderEliminar
  7. O da minha casa são uns cestos metálicos que se deslizam como se fosse uma gaveta. São super cómodos. Não sei se o modelo que apresentou é executável, uma vez que as portas terão um peso enorme.. Terão que ter uma super dobradiça!

    http://www.cliquearquitetura.com.br/public/inc/userfile/image/04-interiores-ambientes/01-cozinha/08-escolhendo-o-mobiliario/22-reval-gaveta-tradicional.jpg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha mãe tem esses cestos, que, facilitando, não resolvem na totalidade... Acho que se as dobradiças forem pensadas para aguentar o peso, que a coisa é capaz de resistir, no fundo como as portas dos frigoríficos. Já mandei esta imagem para os arquitectos (sim, sei bem que eles detestam que os clientes lhes mandem bonquinhos :D) e acho que eles até reagiram bem :D

      Eliminar