sábado, 7 de maio de 2016

Quando o tempo se cristaliza - II


6 comentários:

  1. Adoro entrar em casas com essas antiguidades. Pensar como tudo era diferente, imaginar a vida dessas pessoas, esses livros devem ter tantas histórias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olhe Nina, os livros não são antiguidades.
      por enquanto ainda têm páginas para se lerem.

      eu, por exemplo, tenho muitos mais livros do que os da foto,
      sem nunca pensar neles como antiguidades.

      estranho! vou pensar nisso!

      Eliminar
  2. Adoro! O cheiro e histórias desse cantinho lindo. :) [quando tenho um livro na mão pela primeira vez seja novo ou usado ou velho (vintage) ;) adoro mesmo cheirar, tira-me do sério]

    ResponderEliminar
  3. quando o tempo se cristaliza é preciso uma paciência de Jó para derreter o cristal e voltar a água.
    é de loucura

    ResponderEliminar