segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Vida (ir)real

Estava eu a tomar o pequeno-almoço, a minha torrada com o sumo de laranja, sentadinha numa mesa, muito quietinha, ainda meio a dormir, o frio a entrar-me pelas mangas do casaco que não despi, quando entram dois homens que se sentam à minha frente, numa outra mesa, um deles estava muito zangado, falava muito alto, era por causa das escalas, que não eram rotativas, ou lá o que era, e ele ia dizer ao chefe, e esbracejava, e virava-se na cadeira, e jogava os braços ao alto, e batia no tampo da mesa e gesticulava mais um bocadinho, e eu lá ia seguindo aquela fúria, assarapantada, como se estivesse a ver uma série emocionante na televisão, pá, 'tás a ver, eu não 'tava a contar com esta merda e já tina combinado as minhas cenas c'a Sónia e vem o gajo e diz-me isto , f***-se..., mas nisto chega o pequeno-almoço, o homem zangado saca do telefone, junta a sua cabecinha à cabecinha do seu amigo, fazem ambos um sorriso de de felicidade celestial e etérea, eles e o galão e as torradas todos juntos numa bela selfie, repetiu a coisa várias vezes, não fosse dar-se o caso das torradas serem apanhadas num ângulo que não as favorecesse, postou a coisa lá na rede social das vidas perfeitas e retomou de imediato e instantaneamente a vida real . Irado e aos gritos.


43 comentários:

  1. Respostas
    1. São os novos tempos. Felicidade e fúria intercaladas por segundos! :D

      Eliminar
  2. Anda tudo maluco...




    Onde já se viu tomar o pequeno almoço de casaco vestido?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só o dispo lá para o meio dia! :DDDDDDDD

      (tenho de aproveitar ao máximo para mostrar os meus sobretudos que, como toda a gente sabe, são belíssimos)

      Eliminar
  3. Será que se passa o mesmo nas casas onde a felicidade abunda?
    As crianças sujam-se, muda-se-lhes a roupa para a foto, compõe-se o cabelo e tira-se a foto.
    O cão enche tudo de pelos, passa-se o aspirador e tira-se a foto...sem vestígios da torrada que o bicho comeu.
    Nós entretantos, retoca-se a maquilhagem e compõe-se a mesa, para que marido nos veja perfeitas e deixe mais um bilhetinho.
    Como será quando se chateiam, quando berram, quando caem e choram? Interrompem esses momentos e fotografam os intermédios? É que ninguém diz, pelas fotos em catadupa, que nem tudo é felicidade, limpeza e perfeição.
    Sou uma invejosa, é o que é.
    Assumidamente invejosa.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente parece-me que há aí uma certa inveja! :D

      Eliminar
  4. E as torradas? Valiam a pena? Tinham bom ar?

    ResponderEliminar
  5. Oh... quererá isto dizer que as vidas não são tão perfeitas como as vejo no Instagram?
    As crianças não estão sempre limpas, bem vestidas e divertidas?
    As mamãs não estão sempre perfeitas?
    As minhas queridas não acordam maquilhadas?
    oh... é a tragédia...

    ResponderEliminar
  6. Tanta felicidade escarrapachada nas redes sociais e vai-se a ver andam todos à dentada uns com os outros. É isso e os casalitos modelo amoteparasempreenuncaninguémnosvaiseparar e quando damos pela coisa já têm novo amor e destavezéqueéasérioamoteinfinitosemaisalém!! (Agora um assunto totalmente diferente e este sim de interesse nacional: não vai haver header Natalício? Confesso que já tenho saudades dos teus brilhantes headers) ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (ainda não tive nenhuma ideia natalícia que pudesse dar um header... :)

      Eliminar
    2. Ora aí esta uma boa ideia para um post: ideias para headers precisam-se! Fazes um passatempo e pedes um patrocínio qualquer como fazem as bloggers famosas e quem tiver a melhor ideia ganha um prémio!!! Nem que seja uma peúgas, um chocolatinho, um automóvel...

      Eliminar
  7. No fim de semana passado fiz uma coisa do género. Passei o sábado o ter aulas, pelo que cheguei a casa depois das 18h. Tinha um jantar às 20h. Nesse espaço de tempo, coloquei uma foto no instagram dos meus pés ao pé da lareira com a descrição "Weekend mode" quando, na realidade, aquilo só durou uns 20 minutos. Ridicularizei-me a mim própria. :D

    ResponderEliminar
  8. Não admira que o chefe julgue que ele anda feliz da vida!!!Pelo que vê nas redes sociais...

    ResponderEliminar
  9. Pipocante Irrelevante Delirante5 de dezembro de 2016 às 13:37

    Quererá porventura insinuar que os textos e fotos dos blogs e redes sociais não correspondem fielmente à realidade?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PID... então... este é claramente caso único! Não podemos generalizar!

      Eliminar
    2. Com certeza que é caso único. A única excepção vai para uma blogger com quem um dia me cruzei em férias num local "altamente turístico" numa sessão fotográfica semi-profissional. Estávamos a visitar umas ruínas e a pequena estava, literalmente, a trocar de roupa atrás das moitas (despiu as calças de ganga e camisolão de lã que trazia para vestir um vestido vaporoso e esvoaçante - e se ele voava, com o vendaval que estava). A bater o queixo de frio lá simulou umas poses artísticas encavalitada numas pedras. Pelo blog todos os sacrifícios são válidos, deve ser tua leitora fiel. Mais à frente, já com a roupa original (calças e camisolão), voltámos a encontrá-la e à sua dedicada fotógrafa, desta vez com a blogger de selfie-stick armado, enquanto fingia que se fotografava e a fotógrafa, que efectivamente a fotografava, a dizer-lhe que fizesse um sorriso mais rasgado, como se se estivesse mesmo a divertir.
      True story, na altura até tirei fotografias.

      Eliminar
    3. Espero que depois tenha tirado uma bela selfie à gripe que apanhou :D

      Eliminar
  10. Palmier,
    Certamente conhece aquela frase que diz: " Já que na internet se pode ser tudo o que quisermos, porquê que há tanta gente a escolher ser estúpida?". Pois há quem decida ser (virtualmente) feliz, mães perfeitas, mulheres de sonho,etc...este resolveu ser um trabbalhador zen. O que tem em comum com as restantes estirpes? Tudo treta :)

    ResponderEliminar
  11. Já presencieo algo parecido.
    Um casal num restaurante, muito arrufados, ele falava de dentes cerrados, ela não muito diferente.
    A comida chega, olá! Foto para aqui dos 2 a arrulhar praticamente, foto da comida, foto dos copos, foto de mãos dadas.
    75 clicks depois o ambiente voltou.
    Impressionante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi exactamente isso que eu presenciei (só não eram namorados. Penso eu... :D)

      Eliminar
  12. Ao pequeno almoço eu ponho sempre a toalha branca, de linho e como panquecas com mel e frutos vermelhos. Acompanho com chá verde com gengibre, iogurte grego (biológico, obviamente) e um batido verde. A toalha continua imaculada e as crianças, ainda com deus pijamas de golas, aproveitam para praticar violino e harpa. É assim que começa um dia banal cá em casa. Na da Palmier não?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim, esta história da torrada é só para disfarçar! :DDDDDDDDDDD

      Eliminar
  13. E porquê deixar um momento de ódio estragar uma boa selfie? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente... não se podem desperdiçar oportunidades! :DDDDDDDD

      Eliminar
  14. já vem do tempo das fotografias, o "olha o passarinho", o sorriso beatífico forçado nas fotos com os sogros, a dourada perfeita com as salsichas queimadas no caixote, a ida ao barbeiro antes da missa dominical, o sorriso antes de cumprimentar a chefe, os abraços de um Presidente hipocondríaco, os óculos sem lentes graduadas, enfim, a vida de memórias cor de rosa. somos umas criaturas estranhas.

    ResponderEliminar
  15. Ó doutora, então não sabe que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa? Não se misturam. Zaragata na vida real só pode mesmo ser interrompida pela harmonia na vida virtual =P

    ResponderEliminar
  16. é normal..vc tem um blog e de certeza q na vida real é uma tonta solitária e pretensiosa..
    fico pra aqui a pensar q diabo de necessidade terá uma pessoa para escrever estas porcarias de blogs..
    so de pensar q um bolo fez-me chegar aqui hahahaha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hahahaha

      Já estou como a Linda Blue: Cortem-lhe a Cabeça!

      Eliminar
  17. Li esta crónica hoje e fez-me lembrar esta sua história...
    https://www.publico.pt/2016/12/11/sociedade/noticia/bebes-aos-guinchos-1754369

    ResponderEliminar