quinta-feira, 8 de agosto de 2013

A vida com um cleptomaníaco

Entra em casa, com os olhos amarelos, perscrutadores, o que é que eu levo agora, pergunta para ninguém em especial. Umas braçadeiras sabem sempre bem, já furei dois pares, oh yeahhh. Chapéus! Hummm, um chapeuzinho, tão bom! Não, espera, vou antes à cozinha! Um pão saloio, um rosbife inteiro ou um pêssego? Hoje levo o pêssego, sempre é mais levezinho e tem vitaminas, no outro dia fiquei um bocadinho para o embuchado. Um garrafão de água! O quê?! Está cheio? Não tem mal! Dá mais luta! Ena, ena, tantas coisas! Todas tão boas! Um jornal, ah, espera, uma almofada! Não, levo antes este biquini, ou então os calções, ou a toalha de praia! E este casaco, hein? É bem apetitoso! É pegar ou largar! Pegar! Pegar! Sair porta fora, rápido como uma flecha, correr pela relva, escavar, enterrar, tapar! E nós estamos todos de sobreaviso, de olho no meliante, sempre em tensão! Está a roubar! Está a roubar! E lançamo-nos em perseguição, um pela esquerda, outro pela direita, a tentar intersectá-lo ao centro, e ele pára, sorri com o casaco verde pendurado nos dentes, um sorrisinho de escárnio, deixa-nos aproximar, estamos quase, vamos resgatar o casaco, e ele dá um passo atrás, faz-nos uma finta e afasta-se de novo, fora do nosso alcance, o casaco a balançar ao vento, ladra chamando pela sua cúmplice, cadela de cidade, menina de alcatifa que, não se apercebendo das implicações criminosas subjacentes à situação, saltita alegre como uma participante dos Jogos sem Fronteiras, e nós corremos pela relva, passando, como num filme, pela gruta de Alibabá, uma Havaina perdida, o comando da televisão, um frasco de champô, o papel duma tablete de chocolate e vemos, impotentes, o casaco a ser despedaçado diante dos nossos olhos. Desistimos, somos mais fracos, voltamos para dentro cabisbaixos, encolhemos os ombros e maldizemos a sorte de nos ter calhado em rifa um cão assim... cleptómano...

Foi você que pediu um casaco verde? Vendo barato...

23 comentários:

  1. Tão bom... deixem-lhe um isco pincelado com tabasco...

    ResponderEliminar
  2. Hahahahahah Muito bem visto!

    O cão é que é o culpado. Os donos nem por isso, que vão passear com ele e não lhe dão a devida atenção.
    Pior seria se, em vez de um cão, fosse uma criança/bebé. Imagine-se a atenção que se dá, ou que não se dá, à criança, para esta trazer algo sem a/o mamã/papai dar pelo sucedido...

    Já agora, aproveito e... relembro-lhe que é "chapeuzinho". ;)

    ResponderEliminar
  3. Se calhar precisa de terapia de reabilitação... Ou de um exorcismo, que isso já parece macumba (primeiro os pássaros mprtos, depoiis as peças de roupa dos entes queridos). Vê lá isso Palmier! Chama o Mestre Bambo ou o bruxo de Fafe.

    ResponderEliminar
  4. Senhor Cánis, muito bem escolhido! O verde vai muito bem com a sua tez... (Anda a aprender umas coisitas com Cutxi, a blogo-diva fashionista, não anda?!)

    ResponderEliminar
  5. Pensa positivo
    não pegou em nada cor-de-rosa

    vê-se que a piroseira não reina por ai

    ResponderEliminar
  6. AAAAAAAAAAAAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHHA!!!! o que eu me ri!!! adorei a menina de alcatifa!!!! MTO BOM!!!

    ResponderEliminar
  7. Ahahahah... Bonnie & Clyde em versão 4 patas !

    ResponderEliminar
  8. Nunca, mas nunca, me hei-de habituar à ideia de que tiras as fotos em vez de ralhar ou antes de!
    Ahahahahahahahahah... Só tu!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antes de ralhar?! Eu não faço outra coisa! Canis, está mal! Canis, larga! Canis, dá à dona! A sério... hoje à tarde roubou o copo preferido da minha filha e o resto do arroz que sobrou do jantar que estava em cima da bancada da cozinha! A sério... já não tenho forças para ralhar mais! :DDD

      Eliminar
  9. Tenho 3 cães dessa raça em casa. É uma raça de cãoes de caça, daí esse vício de roubar coisas. Ele tem o instinto de ir buscar a caça, mas como não a vê, vai buscar tudo o que apanha à mão.
    Os meus como vão caçar, quando estão á soltam portam-se muito bem.

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas ele também caça! Hoje, por exemplo, caçou duas abelhas que veio depositar gentilmente em cima do sofá :DDD
      (ainda bem que os teus se portam bem! Não consigo imaginar o que será o dia-a-dia com três destes! :DDD)

      Eliminar
    2. Já à osga (que tomou de arrendamento uma parede do meu quarto)... nada! Não lhe liga nenhuma!

      Eliminar
  10. Esse cão é chique! Dizem que o verde é o novo preto! Claramente esse cão tem qualquer coisa de fashion! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o contacto com Cutxi... a coisa deu-se por osmose! :DDZf

      Eliminar
  11. finalmente voltamos a ver cánis!! esse é o mítico casaco verde do paulo portas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahahahahahahahahahahhahahahahahahahahahahhahahahahhahahahahahahhahahahahahahahahahahahaahhahah
      É esse mesmo! E agora vê lá tu... está transformado numa manta-rota :DDD

      Eliminar
    2. ahahahahahahahah vice-manta-rota!! sloppy seconds!! (alguém tinha de tomar medidas, aquilo parecia o cobertor do Linus, do Peanuts, levava-o para todo o lado, era o seu must have de todas as estações, não podiamos continuar assim.)

      Eliminar
  12. Pegam-se-lhe as patas, como diria a minha avó paterna.

    ResponderEliminar
  13. Esse cão é tão, mas tão giro :D

    ResponderEliminar
  14. e em verdade te digo, chama o encantador de cães/mães/pães para te resolver esta situação o quanto antes :P

    ResponderEliminar
  15. Caçou abelhas e depositou no sofá?? AAAAAAAAAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH que coisa mais querida!! Esse cão é lindo!! Só rir!!

    ResponderEliminar