sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Preciso de cromos para a troca

Há aí alguém com sugestões de leitura para o meu filho (11 anos)? É que eu não domino por aí além o universo dos rapazes e as coisas de que gostei quando tinha mais ou menos a idade dele, ele não acha graça nenhuma...

Os Harry Potter já foram, os livros dos Cinco idem, adorou estes dois (que deixo de sugestão):


Vai começar este:



Tenho andado a ver se vejo alguma coisa que ache que ele possa gostar e não encontro nada de especial. É que a criança devora-me os livros em três tempos e eu começo a ficar nervosa com a falta de stock... 





110 comentários:

  1. A minha sobrinha delirava com a colecção Cherub, e diz que Ulysses Moore também é xuxu.

    ResponderEliminar
  2. Agora Grisham... ahém, eu acho maus tratos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, vou investigar esses :)

      (eu também acho os livros dele todos iguais e muito fraquinhos :D Mas a verdade é que a fórmula adaptada para infanto-juvenil acaba por funcionar, dei uma vista de olhos e estes acabam por ser livros de aventuras com um menino-herói e com ritmo... ele gostou muito. Sobretudo o do rapto)

      Eliminar
    2. Eu também vinha sugerir a colecção Cherub. Os miúdos costumam gostar e muito. Aliás, estes livros costumam estar sempre em destaque na Bertrand e Fnac.

      (Não sei se serão para a idade dele, os miúdos que vi a ler isto eram um pouco mais velhos, mas parece-me que o pequeno Folha de Papel é precoce, por isso...)

      Eliminar
    3. Smelly, a minha sobrinha não é muito precoce, o normal para rapariga, e começou com a maluqueira Cherub e Jogos da Fome com 11 anos. Ela não é nada de fadinhas e assim, gosta de thriller (emoção), e agora já passou para policiais (mais emoção). Um garoto de 11, que já produz testosterona, é capaz de gostar mais disto que outras aliás válidas e mais clássicas opções que lhes dão ali abaixo... Recordo com saudade a tentativa do meu irmão ler Júlio Verne na sua pré-adolescência, porque lho venderam com a promessa de aventura: FAIL. Li-os eu.

      Eliminar
    4. Pois, quando tive conhecimento desta colecção, foi através de uns miúdos mais velhos, por isso é que achei que seriam mais para as idades deles. Nunca analisei os livros com muita minúcia. Mas também acho que, normalmente, os miúdos não vão muito à bola com alguns dos clássicos aqui sugeridos, pelo menos nestas idades. Mais tarde conseguirão apreciá-las melhor. (Lembro-me do meu caso. Houve uma altura em que se me acabaram os livros que eu costumava ler (Uma Aventura, por exemplo) e a minha mãe sugeriu-me que lesse uns livros que ela lá tinha (não eram clássicos, nem sequer eram para adultos, mas era um tipo de literatura juvenil já bem diferente daquilo que eu lia na altura) e a coisa também não correu nada bem. Detestei e acabei por ler apenas uns capítulos. Uns anos mais tarde, resolvi voltar a tentar e adorei-os... Há uma idade para tudo e não adianta nada tentar forçar as coisas.

      Eliminar
    5. Exacto. Quando era chavala não havia tanto livro juvenil como agora (inveja!), e tinha que me virar para os clássicos, quando o resto já estava lido. Lembras-te da Guimarães Editora, que tinha montes de capa e espada? Eu era totó por Sandokan, Corsário Negro, Três Mosqueteiros, O Conde de Monte Cristo... Mas para os miúdos de hoje deve ser seca.

      Uma dica inglesa: Discworld, que ainda não foi tradizido, é awwww-some. Juro, devia ter nascido no UK.

      Eliminar
  3. Sherlock, Poirot e variantes? Acho que todo o miúdo gosta de um bom mistério

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu pai deu-lhe um do Sherlock e acho que ainda é um bocadinho à frente... foi lendo, mas sem "aquele" entusiasmo...

      Acho que volto a tentar daqui a uns meses (é que nesta idade é uma questão de meses :)

      Eliminar
  4. Palmier, tente a colecção Cherub. os rapazes que conheço com essa idade, adoram...
    Sofia P

    ResponderEliminar
  5. Tolkien? Ele que comece pelo Hobbit. (Foi com essa idade que eu e o meu irmão começamos a ler Tolkien. Era Tolkien e ficção cientifica, culpa das séries que na altura passavam na tv, Galatica, ou Agatha Christie. Eram outros tempos, mas o bom nos livros é que esses são intemporais)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, não sei... no ano passado ele trouxe o Hobbit da escola e aldrabou a leitura... é certo que na altura achou que tinha de ler o livro numa semana (que não era o caso) mas, e uma vez que nunca mais requisitou nenhum do Tolkien, fiquei a achar que não o tinha adorado... ou que ainda não estava no momento certo...

      A Agatha Christie ainda não experimentei. :)

      Eliminar
    2. E os clássicos? Júlio Verne, Alexandre Dumas, Charles Dickens... :)

      Eliminar
  6. Não sei o que recomendar. Mas uma coisa lhe garanto: se não arranjar alternativas, ele vai começar a ler os livros de adultos à socapa! (Foi o que eu fiz: com 9 anos li A Morte no Nilo às escondidas...).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas experimenta, vais ver que basta ler um para querer mais.

      Eliminar
  7. Já leu aquele do quem deu um pum? Então sugiro, eu que tenho sobrinhos assim menos dados à leitura, mas muito parvinhos, os diários de um banana. Se vai acrescentar alguma coisa de positivo à intelectualidade do miúdo? Hmm... não. Mas são engraçados a valer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :DDDDDDDDDDDDDD

      (ele leu os do Banana para aí com nove anos... felizmente já está noutra fase! :DDDDD)

      Eliminar
    2. Raios! Então nada mais a sugerir que eu própria ainda não estou noutra fase.

      Eliminar
  8. Já leu os livros Uma aventura? São giros e didácticos.

    Depois há também os clássicos juvenis como:
    * O fantasma da ópera
    *O último moicano
    *As aventuras de Tom Sawyer
    *As viagens de Gulliver
    *Os cavaleiros da Távola redonda
    *O corsário negro
    *O livro da selva
    *A túlipa negra
    *20.000 léguas submarinas
    *A volta ao mundo em 80 dias
    * o conde de Monte Cristo
    *A máquina do tempo
    *As minas de salomão
    *Ivanhoe

    Ele parece ser inteligente e muito bem articulado.

    *A flecha negra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elá! adorei esta lista, vou guardar e comprar alguns.
      Obrigada, Patrícia ;)

      Eliminar
    2. Belos livros. E quiçá os leve a procurar clássicos quando for mais velho.
      Parece-me o ideal, mesmo porque muitos desses escritores têm livros para adultos.

      Eliminar
    3. Exactamente, concordo anónimo das 11:17. Estamos a formar adultos.

      Eliminar
    4. Permitam-me acrescentar à lista uns quantos:
      - Os Três Mosqueteiros
      - A Guerra dos Tronos (se ele não for susceptível à violência)
      - Jogos da Fome
      - O Principezinho
      - O Clube das Chaves
      - Aventuras Fantásticas (acho que este só há em alfarrabistas, mesmo, mas são brilhantes)
      - Crónica dos Bons Malandros
      - Huckleberry Finn
      - todos os do Charles Dickens
      - A Jangada
      - A Ilha do Tesouro

      Eliminar
    5. Todos de Dickens? Já os leu?
      Há muitos que não são para crianças de 11 anos, por variados motivos.

      Eliminar
    6. Li-os na minha adolescência. Os traduzidos para Português. E não me caiu nenhum olho nem pirei da cabeça. Dei apenas uma sugestão... Caberá aos pais da criança verem o que será melhor.

      Eliminar
    7. Bleak house ou Bombey and son para uma criança de 11 anos? Não tem mal nenhum mas a história vai passar ao lado com certeza.

      Eliminar
    8. Eu sei que o principezinho é um clássico... Mas aquilo é tão... Eu tinha passado bem sem o ler, deprimente, moralista e com um ligeira nota de racismo. Existem livros bastante melhores.

      Eliminar
    9. Os livros que a Patrícia recomendou são maravilhosos.
      Haja ainda pessoas que não vão pelo que os tops e montras de livrarias tentam impor :)

      Eliminar
  9. Os livros Uma aventura são óptimos. Os meus filhos adoram. E aprendem muitas coisas sobre história por exemplo.
    E existem tantos e tão baratos que é de aproveitar pela relação qualidade preço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema dos livros "Uma aventura" são as capas... são super infantis... e, nesta idade, eles ainda avaliam muito pela capa :D

      Eliminar
    2. Passando o problema da capa, vai adorar. Os miúdos das aventuras têm a idade dele.

      Eliminar
    3. Pois é...o problema da Capa !!!! eheheh
      O melhor será forrar o livro, com uma capa que ele goste...pois esses livros são mesmo os mais aconselhados. Gostei de ver que pessoas que muito admiro, aqui na blogo, os referiram.

      Eliminar
  10. É capaz de gostar, é uma série juvenil, apesar do lado negro dos contos.

    Carlos Ruiz Zafón:

    O Príncipe da Neblina
    O Palácio da Meia-Noite
    As Luzes de Setembro

    ResponderEliminar
  11. O meu filho está a fazer 11 anos e recentemente descobriu Adam Blade, a coleção "Feras e Herois" e as "Crónicas de Avantia", gosta bastante.

    ResponderEliminar
  12. Julio Verne; Viagens de Gulliver, Tom Sawyer. E A Viagem Interminável, ( The neverending story) acho que é assim que se chama em português, o livro é muito melhor que o filme
    Eu li quando tinha mais ou menos essa idade e acho que servem para rapazes e raparigas. Aliás, a partir de uma certa idade não devia haver qualquer diferença. Se o livro é bom, é bom quer se seja rapaz ou rapariga.( e a literatura dita feminina normalmente é uma boa porcaria )

    ResponderEliminar
  13. Há um autor, Tom Sharpe, que talvez ele goste, tem uma série de livros "Wilt" que costumam ser indicados para rapaz. Talvez ele goste também do Tom Sawyer, já alguém sugeriu ali, acho, e do Huckleberry finn? Estes acho que são ou eram dados na 4ª classe, não sei se ele já leu/gostou. Também tens todos os do Adrian Mole, conheço miúdos que não gostavam nada de ler e prenderam-se a esses (embora o teu pelos vistos goste de ler, mas pode ser que também goste destes)

    ResponderEliminar
  14. Palmier já consultou a lista de livros que fazem parte do Plano Nacional de Leitura para 6º ano?

    ResponderEliminar
  15. O meu filho, acabado de fazer 12 anos, anda delirante com as "Crónicas de Allaryia", do Filipe Faria. Aos 11 devorou toda a colecção da "Cherub" e "Henderson´s Boys", do Robert Muchamore. A colecção "Ulysses Moore", do italiano Pierdomenico Baccalario, foi outro caso de paixão.

    ResponderEliminar
  16. talvez ele goste também de:
    - Jerome K. Jerome, "Três homens num barco", "três homens de bicicleta",são absolutamente hilariantes.
    - Era uma vez um rapaz de Nick Hornby.
    - Sem notícias de Gurb, livro espanhol, de eduardo mendonza, e completamente hilariante também, talvez um pouco adulto, mas nunca se sabe pode ser que goste.
    Também outros que se costumam recomendar:

    - A série Alex Rider de Anthony Horowitz sobre um rapaz de 14 anos que é recrutado para os serviços secretos ingleses. Há alguns em português (mas também ele se calhar já lê inglês?).
    - Livros de Charlie Higson - "Young Bond" com tema similar ao de cima, é adequado para rapazes de 10 anos em diante , é uma espécie de prequela do James Bond.
    - "Horrid Henry" série de Francesca Simon sobre um rapaz maroto e o seu irmão perfeito-irritante, o Perfect Peter.
    - Flat Stanley de Jeff Brown, clássico de 1964.
    - Série "Artemis Fowl" de Eoin Colfer, sobre um mastermind criminoso adolescente.
    - Aqueles do Capitão Cuecas.
    - Livros de Robert Muchamore, a série "Cherub" .Há em português vários.
    - livros de Louis Sachar

    ResponderEliminar
  17. Bem vou recuar aos meus tempos de juventude, embora seja mulher, pode ser que consiga ajudar, apesar de serem leituras "leves":

    - O Clube das Chaves;
    - Os Sete;
    - Uma Aventura; (quem não se lembra);
    - Viagens no Tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vinh falar de "Os sete" - li os livros quando depois de ler os Cinco (em criança) e são muito idênticos com aventura mistério, etc. Se ele gosta desse género é bem capaz de gostar.

      A trilogia Midnighters de Scott Westerfeld é também um exemplo desse género de livros.

      Outra coisa que pode experimentar é levar o seu filho à livraria e escolher por ele próprio - o meu adora e acaba por lhes permitir ganhar autonomia a selecionar o que gostam e o que querem ler.

      Eliminar
    2. Nunca fiz muita força com Os Sete... não sei porquê, mas quando era pequena nunca fui muito à bola com os Sete. Acho que era da facção dos Cinco :D

      (e ele escolhe... mas quando acaba uma série de que gosta muito, há sempre alguma resistência em ler algo de novo... e se os livros estiverem na mesinha de cabeceira, é meio caminho andado :)

      Eliminar
  18. também tens aqueles das Crónicas de Nárnia, não sei se é o género que ele gosta.

    ResponderEliminar
  19. Experimente os do Rick Riordan, qualquer uma das series , o percy jackson é particularmente bom, eu compro para os meus sobrinhos e leio eu primeiro!

    ResponderEliminar
  20. http://www.wook.pt/specialpages/showpage/id/223

    Neste link encontras várias sugestões para vários anos escolares. do 1º ao 12º anos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fui espreitar e tem sugestões boas. Obrigada!

      Eliminar
    2. Marta, até já fiz encomenda online para ter direito a desconto.
      Prendas de natal para os pequenos da família já estão a caminho!
      :DDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  21. A viúva e o papagaio de Virgini Woolf
    O menino estrela de Oscar Wilde

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os livros do Oscar Wilde apesar de bem escritos e serem lindíssimos são do mais deprimente que há.
      Mas olhe que o retrato de Dorian Gray... Daqui a uns anitos dê-lhe esse! :)

      Eliminar
    2. Adorei O Retrato de Dorian Gray, está no meu Top 10 :)

      Eliminar
    3. E o Aniversário da Infanta ? é tão triste mas tão bonito .
      E também do Oscar Wilde "O fantasma de Canterville" este muito mais divertido.
      E o Gato Malhado e a andorinha Sinhá de Jorge Amado?
      Há tantos livros....

      Eliminar
    4. O Fantasma li há pouco tempo :)

      Na altura até pensei na possibilidade de nos juntarmos todas, combinarmos um dia e irmos assombrar um blog qualquer! Todas ao mesmo tempo :DDDDDDDDDD

      Eliminar
    5. Mas no livro, se bem me lembro, nínguem tem medo do pobre fantasma...

      Eliminar
    6. Também está no meu top 10, esse e o De Profundis, mas este já não é aconselhado para o seu filho.
      Agora recordo-me a primeira vez que li o Dorian Gray foi uma versão adaptada para crianças e deveria ter 11 ou 12 anos, foi uma versão em inglês bem pequena e de fácil compreensão.

      Eliminar
    7. Como é que me fui esquecer!!! A ALICE!!!! Alice no país das maravilhas, e Alice do outro lado do espelho!!! Não é girly e é tão mas tão bom!

      http://www.fnac.pt/Alice-no-Pais-das-Maravilhas-Alice-do-Outro-Lado-do-Espelho-Lewis-Carroll/a297266

      Eliminar
  22. Oh! Mas há tantos...

    Da Enid Blyton tem:
    - OSete
    - Colecção Mistério
    - Colecção "Uma Aventura", esta última muito ao género dos Cinco e Sete.

    - Coleção "Viagens no Tempo", da Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada. Giríssima, são as aventuras de crianças que viajam para o passado, tem uma componente histórica interessante.

    - Colecção "Uma Aventura" da Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (acho ligeiramente mais infantil que os de cima)

    - Contos de Oscar Wilde. Um livro fantástico para miúdos e graúdos com contos de puxar a lágrima, adoro especialmente o "Príncipe Feliz"

    - Dois Anos de Férias, Miguel Strogoff e Matias Sandorf, de Júlio Verne (são livros um pouco mais puxados, é exprimentar)

    - Agatha Cristie e Erle Stanley Gardner. Se gosta de mistérios, vai adorar, acho que os li pelos doze, depois de Júlio Verne.

    Noutro género temos os contos de Sophia de Mello Breyner: Noite de Natal, A Floresta, O Cavaleiro da Dinamarca, Fada Oriana, Os três Reis do Oriente... Coisas muito simples mas bonitas e muito bem escritas, que ele pode ir intervalando com as aventuras e mistérios...

    Boas leituras!

    ResponderEliminar
  23. As Crónicas de Allarya são tão machistas que dói, além de serem livros muito mal escritos.

    Eu recomendaria o Corto Maltese, o Tintim, etc.

    Desconfio sempre dos livros que trazem a indicação que são para rapazes, nunca percebi o que tal coisa quer dizer.

    A colecção aventura é bem variada, os livros tanto são mais leves como um pouco mais sombrios, pelo que há muito por onde escolher.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh! Isso lembra-me também Alix, Michel Vaillant e os 4 Ases. Top!

      Eliminar
    2. (quando falei em livros do universo dos rapazes não me referia especificamente a livros "para rapazes". Só que nesta idade há alguns livros que são mais dirigido a meninas, com princesas e ambientes mais fru-fru, que ele seguramente não iria gostar... ainda está na fase "clube bolinha"... :DDDD)

      Eliminar
  24. Odisseia, adaptada por Frederico Lourenço (Cotovia).

    ResponderEliminar
  25. "O Mundo em Que Vivi" de Ilse Losa, li-o com 11/12 anos e ADOREI! (Será demasiado pesado?)

    ResponderEliminar
  26. A Isabel Allende também escreveu alguns livros para jovens, como o Zorro, e uma trilogia cujo nome não me recordo.
    Não fazendo ideia de como o Palmier Jr. lida com conteúdos mais violentos, mas nada que chegue ao Martin, também sugeriria o Elric, na Saída de Emergência. É um dos livros fundadores do estilo Sword&Sorcery, mas bem escrito :-].

    ResponderEliminar
  27. A trilogia de Isabel Allende, As Memórias da Águia e do Jaguar. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Allende é fraquissíma, desculpa a franqueza.

      Eliminar
  28. Estes seus comentadores percebem muito pouco de livros para pré-adolescentes. Parece que querem que ele se torne num totó. Eu oferecer-lhe-ia a biografia do Slash, juntamente com o Use Your Illusion para servir de fundo.

    ResponderEliminar
  29. A trilogia maze runner, os meus rapazes adoraram.

    ResponderEliminar
  30. Respostas
    1. Ahahhahahahhahahahahahahahahahahahhahahahahahahahhahahahahhahahahahahahahahhahahahahahahhahahahahahahhahahahahahahhahahahahahhahahahhahahahahahahaahahahhahahahhahahahahhahahahahahhaahahhahahhahahahhahahhahahahahhahahhahahahahahahhahahahahahahhahahahahahhahahahahah

      És terrível para o teu próprio neto! :DDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Isso agora lembrou-me que quer a Odisseia, quer a Eneída são muito bons. Ele vai adorar,
      (e fala de Ulisses...)

      Eliminar
    3. A minha filha (13 anos) está a ler a Eneida na versão contada às crianças e está a gostar

      Eliminar
    4. O meu também já leu o Ulisses! Mas foi este:

      http://www.wook.pt/ficha/ulisses/a/id/39980


      (acho que a minha mãe estava a sugerir o outro...o do James Joyce... :DDDDDDDDDDDDDD)

      Eliminar
    5. A propósito deste comentário lembrei-me de que há uma versão infanto-juvenil desses clássicos, bem como Os Lusíadas, etc:
      http://www.presenca.pt/livro/infantis-juvenis/10-a-14-anos/os-lusiadas-contados-as-criancas/

      (ver também a coluna à direita)

      Eliminar
    6. Eu percebi, Palmier, percebo sempre tudo.
      Estes são de Homero, o título nem é Ulisses e são francamente bons. Melhor começar pela versão juvenil.

      Eliminar
    7. A Eneida é de Homero e fala de Ulisses? Muito me conta cara Picante...

      Eliminar
    8. Isto de querer implicar com as pessoas à parva e sem fundamento dá direito a figuras tristes. Foi isso que eu escrevi? Esqueceu-se de ler Odisseia? Sério?

      Eliminar
    9. Não, cara Picante. Mas no primeiro comentário fala da Odisseia e da Eneida. No comentário seguinte refere-se a "estes"...

      Eliminar
  31. Eu adorava a colecção Uma Aventura ou Viagens no Tempo. Mas um rapaz de 11 anos talvez já não adore...não sei.

    ResponderEliminar
  32. http://pesquisa.fnac.pt/c35853/Triangulo-Jota

    E adorava estes :)

    ResponderEliminar
  33. Há uma série policial mas juvenil de um auto catalão - Andreu Martin - que tem como protagonista um detetive adolescente que se chama Flanagan, Se bem me lembro, a série chama-se mesmo Flanagan. Os livros são geniais, as são aventuras muito emocionantes e divertidas. Lembro-me de ter adorado o sentido de humor do Flanagan, acho que o seu filho iria gostar. Só não sei é se são fáceis de encontrar. Ainda não consegui convencer os meus filhos a lê-los mas ainda não perdi a esperança.

    ResponderEliminar
  34. Foi mais ou menos com a idade dele que li As Brumas de Avalon e adorei aquilo. Já o reli todo, em adulta e ainda hoje é dos meus livros (na verdade é uma série de quatro) preferidos. Deu-me para anos de interesse pela lenda arturiana e pelas religiões pré-cristianismo/pagãs. Não sei é se, por ser escrito do ponto de vista das personagens femininas - o que para mim foi um grande factor positivo, mas lá está, eu era uma menina - não será mais apelativo para meninas...fica a sugestão daqui a uns tempos para Palmy Junior :)

    ResponderEliminar
  35. As aventuras de João sem medo? É tão lindo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já leu! Também adooooorei esse livro!

      Eliminar
    2. Aliás, voltei a lê-lo quando lho comprei :)))

      Eliminar
    3. Yei! :D O filho vai num óptimo caminho.
      Parabéns!

      Eliminar
  36. Estou agora a meio das Aventuras de Huckleberry Finn, uma edição da Relógio D'água com desenhos lindos.
    Hoje em dia dizem ser mais direccionado para crianças, mas é para todas as idades.

    A linguagem é muito simples (o Huck não era intelectual!), algumas situações são hilariantes e tem passagens sobre amizade (e diferenças sobre cores de pele que são comovedoras, mas sem lamechice). Talvez algumas crianças não cheguem tão fundo, mas ainda assim a história vale a pena ser lida.

    Talvez para mais tarde ou não a Cabana do pai Tomás também seja um bom livro :) Com tantas ideias que lhe deram é só fazer listas e ir vendo.

    ResponderEliminar
  37. Triângulo Jota! que e os meus dois irmãos devorávamos esses livros quando tinhamos mais ou menos a idade do seu filho! Quando saía um ficávamos impacientemente à espera que um de nós o lessemos para o outro poder ler a seguir.

    ResponderEliminar
  38. Há uma livraria chamada Cabeçudos que é essencialmente virada para livros infantis e juvenis.
    O site é este:
    http://www.cabecudos.com/produtos.php?sub_get=4
    (Na barra do lado direito pode escolher o nível de leitura, eu cliquei em Grande leitor, porque o seu filho tem 11 anos, como disse).
    Dê uma olhadela, parecem ter livros diferentes dos que se encontram nas livrarias mais conhecidas

    ResponderEliminar
  39. Ali Babé e os 40 ladrões, não?
    A ilha do tesouro?

    Como já disseram os livros Uma aventura são giros, entusiasmantes e didácticos ( eu própria descobri agora aos 30 que a Quinta das Lágrimas pretence ao Sr, Júdice!) . Escolha uma história (tantas que há) e dê-lhe apesar da capa. Acredito que goste.

    ResponderEliminar
  40. E que tal O príncipe e o pobre?
    "
    Tom é um rapaz pobre com um pai cruel e alcoólico. Para escapar às agruras da sua vida, refugia-se nos sonhos. Sonha com uma vida de aventura e riqueza no seio da realeza. O príncipe Eduardo, filho do rei, sonha em brincar com os rapazes da sua idade e em escapar ao protocolo da corte.
    É neste ponto que o destino actua e os dois rapazes acabam por se encontrar. De imediato, tornam-se amigos e, num impulso, resolvem trocar de roupa. Ao verem o seu reflexo num espelho, percebem que poderão trocar de identidade sem ninguém perceber e, desta forma, realizar os seus sonhos.
    Mas depressa vão descobrir que nem a vida de um nem a de outro é como pensavam…
    Mark Twain põe neste romance os traços que mais o caracterizaram: a camaradagem e a amizade".

    O roubo do elefante branco?
    "O Roubo do Elefante Branco, originalmente um conto publicado em 1882, narra a história peculiar de Hassan Bem Selim Ebu Bhidpoor, um elefante branco que percorre o longo caminho que separa a Índia da Inglaterra.
    Quando a corpulenta oferende do rei do Sião à monarca inglesa desaparece em Nova Jérsia, resta ao inspector nova-iorquino Blunt e às suas forças policiais descobrir o paradeiro do infeliz Hassan".

    ResponderEliminar
  41. Palmier, agora para si e para seu consorte, mas sem esquecer os "amendoins"
    Já viu as edições da Folio Society?
    http://www.foliosociety.com/shop
    Que maravilha de livros. O preço não é do mais simpático mas os livros são deslumbrantes.

    Arte, religião, literatura, filosofia, história, livros infantis etc etc. Tem várias secções à escolha.

    History of Florence in painting:
    http://www.foliosociety.com/book/HFP/

    Infantis:
    http://www.foliosociety.com/book/ALI/alice-s-adventures-in-wonderland-and-through-the-looking-glass Alice's Adventures in Wonderland and Through the Looking-Glass by Lewis Carroll

    http://www.foliosociety.com/book/BSH/ballet-shoes Ballet Shoes by Noel Streatfeild

    http://www.foliosociety.com/book/AFB/fables-of-aesop The Fables of Aesop

    http://www.foliosociety.com/book/BFB/blue-fairy-book The blue fairy book

    Literatura russa:
    http://www.foliosociety.com/book/AKR/anna-karenina Tólstoi

    http://www.foliosociety.com/book/WP2/war-and-peace-tolstoy Tólstoi

    http://www.foliosociety.com/book/FLV/first-love Turgenev

    As ilustrações são deliciosas. Eu tenho comprado alguns para mim e alguns para oferecer.
    Sou membro da The Folio Society desde o ano, passado e tem sido fantástico. Os livros são de facto deslumbrantes, mas o atendimento, a atenção que colocam em cada comunicação, a maneira como envolvem os membros na tomada de decisão, são igualmente fantásticos. Um projecto exemplar! Para sermos membros há que comprar 3 ou 4 livros anualmente OU comprar algum que pressuponha 120 libras, no ano seguinte os descontos são convidativos. Não há que ser membro, obviamnete.

    ResponderEliminar
  42. A trilogia a Herança que parece que são 4. Têm para cima de 600 pág. Cada livro da para um fim e semana. Há uma coleção O Mago, são pelo menos 7 livros. O meu filho só ainda não leu a Guerra dos Tronos porque eu não sou completamente doida, mas confesso que ja não consigo controlar o que lê. Gosta deste livros de fantástico de preferência com dragões, mas também gostou muito de Oliver Twist e a Eneida (contada às crianças bem entendido) . Aconselho vivamente as bibliotecas municipais de Lisboa, têm um serviço fantástico , podemos requisitar livros de outras bibliotecas e entregam na nossa. Veja o catálogo é muito variado. Ê o que me tem valido

    ResponderEliminar
  43. Com tanta sugestão da boas já tem o suficiente para hoje em termos literários!

    ResponderEliminar
  44. Para se comover pela primeira vez com um livro: Meu Pé de Laranja Lima.
    Para estimular a empatia: A História do Senhor Sommer, Patrick Suskind.
    Há uma série de histórias à volta de mitologia grega, com um miúdo de 12 anos como herói, chamado Percy Jackson. Nunca li, mas os miúdos gostam.

    Há uma série de miúdos a fazer vídeos no YouTube sobre os livros que lêem. Ele que procure canais literários. A maior parte são brasileiros, mas pronto, pode ser que o Folha de Papel encontre boas referências, de pessoas da idade dele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Suskind??? Para dp ler porcaria em adulto?

      Parte do princípio que o filho da Palmier nunca se comoveu com 1 livro... que condescendência.

      Esses canais não são o que parecem, tenha cuidado

      Eliminar
    2. Condescendente é o seu comentário.
      Quanto ao Pé de Laranja Lima, comentei assim, porque a maior parte das pessoas o tem como isso mesmo: o primeiro, às vezes o único, livro que as fez chorar.
      A História do Senhor Sommer é sobre a infância do autor. Fala da infância dele, noutros tempos, de subir às árvores, observar o mundo como criança, correr com amigos, brincar, estudar, aulas piano e de um homem enérgico, que todos os dias caminhava uma imensidão de quilómetros. Mesmo quem não gosta de Suskind, gosta deste livro, que faz parte do plano nacional de leitura para estas idades. De todos os que leram este livro, juro-lhe que não lhes cai um dedo de cada vez que tocam em Tolstoi, Hesse ou Dickens. Alguns conseguiram ler clássicos e tudo, mas perderam um pouco da vista. Vamos ver, desejo sorte ao Folha de Papel.

      Sim, é preciso ter cuidado. Muito cuidado. A internet está cheia de parvos.

      Eliminar
  45. Os contos dos irmãos Grimm e banda desenhada!!! Se ainda não lê, inicie o seu filho nesse mundo maravilhoso!!! :D
    Desde o Corto Maltese, Tintim, Batman e variantes. Ele vai gostar!! :D :D :D :D Na rua das Flores existe a BDmania, a seguir pode ir comer bolo de chocolate na Landeau! :p

    ResponderEliminar
  46. Arsène Lupin. Tem um charme romanesco que claramente falta ao Doyle. Agora, se está bem traduzido? Sinceramente não recordo.Com essa idade saltei imediatamente do 1.º volume dos Cinco para a colecção do Leblanc.
    Recomendava a BD Sandman da Vertigo, com as devidas cautelas.
    Mas talvez seja de facto a ocasião para introduzir os gregos.

    ResponderEliminar
  47. Steven Saylor, alguns volumes com contos (nos romances «maiores» há sempre umas cenitas mais... sexies...). são policiais passados na Roma antiga. Eu começaria com «As sete maravilhas do mundo», que apresenta a personagens principal, Gordiano ,na sua juventude, apesar de ser dos últimos da coleção; durante o livro acompanhamo-lo em viagem pelas ditas maravilhas. Viagem, mistérios a desvendar, muito giro. Sou professora de português (a partir do 3º ciclo) e verifico sempre que os rapazes são mais difíceis de manter como leitores do que as raparigas, elas são mais ecléticas. Muito do que foi sugerido aí para cima pode ter como obstáculo a linguagem (como «O meu pé de laranja lima», torna-se difícil hoje).Os da Cherub são muito bons, especialemnte os da segunda série, que se passam durante a 2ª guerra mundial. Os da coleção Feras e heróis são francamente fracos e As crónicas d eAllarya deixaram-me tão enjoada com a linguagem que até pesadelos tive (só lio 1º, mas «faz-se moção de » tantas vezes que estremeço só de pensar...). Adoro o Eragorn (trilogia da herança, que consta de 4 livros) e o Patrick Rothfuss (O nome do vento, O medo do homem sábio e o resto que virá. Harry Potter para mais crescidos e muito, muito bem escrito). Sherlock Holmes tem uma linguagem ainda difícil, Agatha Christie é um pouco ameninado... Boa sorte, gostaria de acompanhar as leituras do pequeno descendente. A minha pequena vai pelos Mundos de Mia e Princesas do gelo e outra.

    ResponderEliminar