segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Não me perguntem como é que fiz isto porque eu também não sei

Estou aqui no meu local de trabalho, virado a sul, com este tempo que ora está tapado e cinzento, ora está um sol brilhante que me entra pela janela, ora fecho as portadas, ora abro as portadas, vezes e vezes sem conta, durante todo o dia, ai que escuro, ai que sol, até que desta última vez lancei-me na cadeira da secretária, gosto de rolar na cadeira da secretária, que querem?, lancei-me talvez com força demais, é bem capaz de ter sido isso, não sei bem, esbarrei no canto da parede e fui embater violentamente contra a janela. Mas não sei bem, não tenho certezas, é que só dei pelo sucedido quando me vi sentada no chão com a cadeira por cima.  

Na verdade a culpa é vossa, que não me distraem. Depois, pronto, dão-se estes acidentes.


(a sorte, porque no meio destas coisas ainda tenho sorte, é que não estava aqui ninguém! Nem uma alminha! Vocês são as minhas únicas testemunhas! Vocês e a esfoladela que tenho aqui no braço…)

24 comentários:

  1. Ahahahahahahahaahhahaha, também A-D-O-R-O lançar-me na cadeira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Corridas já não faço à muito tempo porque tenho que dar um exemplo de profisiionalismo e seriedade..... mas ADORAVA!

      Eliminar
  2. Palmier super-sónica! Isso é que é velocidade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qualquer dia convidam-me para as corridas de F1! É o que te digo! :DDDDDDDDDD

      Eliminar
  3. E contra uma estante carregadinha de livros! Foi miticamente doloroso e felizmente ninguém sabe como verdadeiramente aconteceu. As cadeiras de rodinhas são umas bullies :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas a estante caiu-te em cima? C'orror isso ainda é um desporto mais radical que o meu! :DDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Parte do "conteúdo" da estante acertou-me em cheio. Mas como cabeça dura que sou ... só fiquei dorida.

      Eliminar
  4. Acidente de trabalho, sem sombra de dúvidas!
    Eu ia já para a Companhia de Seguros!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahhahhahahahhahahahhahahahahhahahahahahahaha
      Para depois ter de explicar o sucedido à seguradora?! Havia de ser giro! A minha reputação arruinada para todo o sempre! :DDDDDDDDDDD

      Eliminar
  5. Ora bem, querem falar de pessoas desastradas e propensas a acidentes?! Pois bem, cá vai: eu sei de uma pessoa que, ao cortar melão ou melancia, ia espetando a faca na sua própria barriga. Felizmente, graças aos seus rápidos reflexos (pelo menos uma vez na vida) conseguiu escapar apenas com um valente arranhão. Não posso dizer de quem se trata, a pessoa prefere ficar anónima a ser alvo de chacota em praça pública. E é por isso que eu, perdão, essa pessoa não está autorizada a brincar com facas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh pah?! Então "essa pesoa" que nunca pegue numa faca quando estiver a rolar numa cadeira de escritório! :DDDDDDDDD

      Eliminar
  6. Ó pá, das coisas que mais me fazem rir, mesmo de vontade, é pessoas a dar grandes tralhos!
    Na rua então é que não me aguento.
    Não sei o que é, isto mas deve ser uma falta enzimática qualquer.
    Caíste mesmo? Taruz? Hahahahahahahaha

    ResponderEliminar
  7. Então não és de borracha como a tia Lili?...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou, sou! Também me levantei num ápice! :DDDDDDDDD

      Eliminar
  8. ja fiz isso tantas vezes e nunca tive o prazer de cair, quer dizer agora lembor-me, uma vez cai mas estava com os copos ahahah

    ResponderEliminar
  9. Poças. Isso é quase como entrar no carro por uma porta e, com tanta força, logo cair no passeio pela porta oposta. É por isso que só uso cadeiras sem rodas e autocarros (e mudei-me para um rés-do-chão).

    Confesse cara Palmier. Após abrir as portadas voltou-se e, inesperadamente, assustando-se com "o Casaco" esquecido no cabide, tudo se precipitou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahhahhahhahahahhahahhahahahahhahaahhahahahahahahahahahahahhahahahahahahahahahahahahaah
      "O" casaco é a origem de todos os meus males| :DDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  10. Tiveste sorte! Há 4 meses atrás, também numa distração e falta de pontaria, ao invés de sentar no sofá, sentei-me no braço do mesmo e pimbas, fraturei a coluna sagrada (nome identificado pelo médico quando me mandou fazer uma radiografia de urgência). Passados estes meses continuo com imensas dores e só me sinto confortável quando me sento de "ladex". Os filmes que devem ter passado na cabeça daquele técnico de radiografia enquanto me questionava como o "acidente" tinha acontecido. Se calhar mais valia ter dito que foi numa cambalhota ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui... isso deve ter sido péssimo! Brrrrrrrrrr....

      Eliminar