sábado, 2 de janeiro de 2016

As coisas são como são

Às vezes gostava de ter um blog poético, como o da Cuca, que é praticamente de veludo, sem uma nota fora do lugar, um blog que abrimos com muito cuidado, com as pontinhas dos dedos, para tirar a fita-cola sem estragar sequer o papel que o embrulha, para termos a certeza que não o amarrotamos, e ficamos a olhar para aquelas letras todas alinhadas, a tentar perceber qual é o segredo daquela receita; ou um blog como o do Xilre, como é possível saber tantas, tantas coisas? E partilhá-las de forma tão generosa e desinteressada, sempre com uma palavra gentil na ponta da pena, de tal forma que, quando não sei qualquer coisa, os meus filhos, por já me terem ouvido falar deste fenómeno, me dizem com naturalidade: "pergunta ao Xilre!"; ou um blog como o da Mãe Preocupada, que nos põe em sentido, tão certeiro, uma verdadeira flecha, o blog que põe em palavras aquilo que está ali mesmo à nossa frente, mas que nós, tão atarantados, nunca tínhamos visto com clareza, mas depois percebo que escrever num blog é como pintar um quadro, não pintamos o que gostamos, pintamos o que somos.



27 comentários:

  1. Bem-humorado, divertido e muito criativo: é o que vejo e encontro quando cá venho, Palmier. :))

    ResponderEliminar
  2. Este é um blog com uma boa pessoa dentro e, ainda por cima, com um humor fora do vulgar. Especial, pois claro!

    Beijinhos, Palmier. :)

    ResponderEliminar
  3. E no entanto... desses, só aquele que tu pintas é inimitável.
    :)))

    ResponderEliminar
  4. O seu blog é genuíno, Palmier!
    Também circulo pelos que referiu acima, mas a entrada faz-se, habitualmente, por aqui.

    ResponderEliminar
  5. São blogs que não tenho coragem sequer de comentar, de tão insignificante que me sinto quando os abro, leio-os "meio escondida", como se tivesse medo que a minha presença pudesse ser notada e perturbar os seus autores (dois deles facilitam-me a vida, não têm caixa de comentários).
    Aos três desejo um excelente 2016 e que continuem a dar-nos o prazer de os ler.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :DDDDDDDDDDDDD

      Também há um deles que me põe em sentido, há... :D

      Eliminar
  6. Este seu blog também não é nada de se deitar fora.

    (não é tão excelente como aqueles que refere, mas podemos dizer sem medo de engano que tem dias em que é uma leitura excelente)

    (ajuda-a bastante ser inteligente)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Tio Pipoco :) o seu também é super, bué fixe, ok! :D


      (ainda está 1-0... mais os três que quase entraram)

      Eliminar
    2. Este Jorge Jesus está no bom caminho para me convencer...

      Eliminar
    3. Não tarda até o Bruno de Carvalho nos convence a todos! :D

      Eliminar
    4. :DDDDDDDDDDDDD
      (ainda há-de ter uma estátua! :DDDDDDDD)

      Eliminar
  7. O atelier Palmier produz os mais diversos (e divertidos) quadros desta galeria dos blogs. Suspeito que quando, no futuro, a arte de bem blogar for reconhecida como uma das belas-artes (que o é) e os quadros da galeria forem a um leilão na Sotheby's, os trabalhos do atelier Palmier serão ferozmente disputados entre o MoMA e a Tate, no mínimo! :)

    Um feliz 2016, Palmier.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :DDDDDDDDDDDDDDDDDD já estou a imaginar a concorrência renhida, os licitantes ao telefone, a fazerem subir o preço, uma coisa nunca antes vista! :D

      Feliz Ano Novo, Xilre :)

      Eliminar
  8. Feliz Ano Palmier, feliz ano para todos. Além dos blogues referidos, sem dúvida de excelente qualidade, tal como o teu Palmy, existe um que me deixa sempre inquieta!!! Uva Passa. Bom ano, Uva.
    Bom ano para os vossos miúdos, também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Uva ainda deve andar em celebrações :)))))

      Feliz Ano Novo para todos, Fernanda! :)

      Eliminar
  9. Achei certeira a última ideia que apresentas neste teu post. Eu cá gostava de ter um blogue diferente, em certos dias, em certos momentos, como por exemplo escrever diferentemente e ter, ou obter, mais companhia. Mas depois percebo que jamais serei interativa, nos blogues ou na vida, uma vez que me chateia as opiniões das pessoas, bem como emitir as minhas próprias (prova disso é as escassas vezes que aqui as deixei, e acredita que raramente escapa um dia que não te venha ler). Não dá portanto para construir um blogue diferente daquilo que sou, se o preencho com a minha essência. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Palmier: ainda bem que as coisas são como são. Vou tentar manter a flecha em tensão, mas prometa que vai manter bem oleada esta sua montanha russa. Um abraço e dias felizes para si em 2016.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Combinado! :D

      (espero que a minha equipa técnica aperte bem as porcas e os parafusos que vão mantendo em pé esta minha montanha russa... :DDDDDDDD)

      Eliminar