quarta-feira, 8 de março de 2017

A minha vida é um enorme problema! E a culpa é vossa!

Instigada que fui pela vossa resposta positiva aos meus anseios, numa opinião quase unânime, mandei uma mensagem ao arquitecto a dizer que prefiro o Carrara. E mandei uma fotografia para exemplificar, dizendo que gosto mesmo é deste Carrara, o que tem os veios muito definidos, que parecem partidos/rachados, por oposição ao outro Carrara que tem o aspecto de teia de aranha. Que é mesmo este que quero, mande-se vir as amostras que a escolha está feita, que já não consigo visualizar qualquer outra opção.


Ele acabou de me responder a dizer que esta pedra não é Carrara, que é Calacatta e que é mais cara. Agora estou aqui desesperada, sem conseguir imaginar outra hipótese que não a Calacatta e à espera de saber o que é que isso do "mais cara" significa em euros.

48 comentários:

  1. Pois eu também gostei muito dessa imagem. (O Problema pode ser acertar no bloco com os veios/marcas assim).

    Mais caro? Ups! Mania de complicar... :/ Boa sorte.

    Isa

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida a Calacatta!!!
    E se encontrar uma pedra com os "veios" parecidos aos da foto, tanto melhor, muito melhor, bué de melhor :D

    ResponderEliminar
  3. Geralmente, Calacatta tem os veios mais acentuados e o contraste é maior em oposição ao Carrara que é uma teia de aranha mais subtil. No entanto, as pedras variam muito e há Calacattas com um padrão mais pequeno e Carraras com uns veios bem definidos. Peça amostras de ambas as pedras que o vendedor tenha para venda e decida com o coração.
    Uma ajudinha: http://www.houzz.com/ideabooks/158673/list/carrara-vs-calacatta-marble-what-is-the-difference

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem sei... o problema é que quando abrem um bloco não se sabe bem o que vai aparecer nas fatias... enfim, ainda estou à espera da resposta mas quero muito esta pedra!!! :D

      Eliminar
  4. Por aqui, soa upa, upa: http://ariastonegallery.com/whats-the-difference-between-calacatta-and-carrara/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que nervos! Ainda estou à espera da resposta! :D

      Eliminar
  5. Essa é tão elegante, parece algo de um filme!

    ResponderEliminar
  6. Estou a fazer figas para que não seja roubo à mão armada.
    Esta pedra é uma beleza.

    ResponderEliminar
  7. Adoro este e o aspecto do mesmo. Acho-o até muito mais elegante e intemporal que o que tem o padrão tigre.
    Estou aqui a torcer os dedos para que não seja um grande rombo no orçamento e possa usá-lo!!

    ResponderEliminar
  8. Por essa pedra é vender um rim :)

    ResponderEliminar
  9. Só depende do tamanho do WC. É sempre um problema de tamanho. Afirmar o contrário é mentir ou laborar em erro.

    Prudência! A pedra é muito bonita mas é um sacrilégio instalar um chuveiro numa banheira com massagem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas as casas-de-banho já estão lá, a área não muda. O preço da pedra é que pode ser substancialmente diferente :D

      Eliminar
  10. Mas se queres veios definidos opta pela pele de tigre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas eu quero estes veios! :D

      (se forem comportáveis, claro! :D)

      Eliminar
    2. Senão pintas tu os veios. Quem faz um padrão leopardo no vestido da Ferreira Leite também faz uns riscos na mármore :))))))))

      Eliminar
    3. É que fico a olhar para esta pedra e a sensação é exactamente essa. Que foi pintada à mão :)

      Eliminar
  11. Seja qual for, ambas horríveis. Já para não falar no desgaste que provoca na natureza. :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então está bem.

      (julgava que, ao preocupar-se com a natureza, fosse capaz de lhe observar a beleza...)

      Eliminar
    2. É maravilhosa a pedra! Vai ficar linda!
      E a erosão é outro problema do desgaste da natureza...e o desgaste dos seres humanos por outros seres humanos é que ninguem fala.....

      Eliminar
    3. Horríveis não são, são lindíssimas mas pode sempre por optar por um revestimento com um impacto ambiental menor como uns azulejos com a famosa barrinha de bules e chávenas para a cozinha e florinhas para os WC assim como forrar 1 metro das paredes da entrada com azulejos com padrões de gosto duvidoso. Um clássico nas casas portuguesas. De fugir mas, pronto, isso agora não interessa nada.

      Eliminar
    4. Tanta gente tontinha por aqui. Poderiam ter-se poupado.
      Na natureza dificilmente conseguirá ver esses veios. Por acaso, já viu como fica a paisagem cada vez que a escava para tirar pedra? Não vejo lá beleza alguma.
      Entre uma casa de banho forrada a mármore e "uns azulejos com a famosa barrinha de bules e chávenas para a cozinha e florinhas para os WC", há imensas possibilidades ou querem lá ver quem tem bom gosto só usa mármore? Não precisa tentar ridicularizar ninguém, ao fazê-lo, diz mais de si do que qualquer outra coisa.
      Não gosto, há algum problema nisso? É assim tão difícil aceitar uma coisa tão simples? Bem me pareceu.

      Eliminar
    5. É vegetariano, tudo o que come é biológico, utiliza transportes públicos ou tem um carro eléctrico? Todas as roupas que usa são peças sustentáveis e não tem uma peça que seja em couro, correcto? Não come chocolate em que o cacau não seja proveniente de exploração infantil? O seu telemóvel também não é com metais de zonas de conflito? Também deduzo que não tenha nenhuma nespresso e que faça boicote à marca...

      Eliminar
    6. Anónima, o que a Anónima disse foi: "Seja qual for, ambas horríveis. Já para não falar..." ou seja, estas duas pedras são horríveis e, para além disso, põe-se o problema do desgaste da natureza. A Anónima não disse que qualquer pedra, tendo em conta o desgaste que provoca na natureza, é horrível, daí que tenha parecido que estava menos preocupada com a natureza do que em embirrar com as minhas escolhas... mas tudo bem.

      Eliminar
    7. Gabo-lhe a paciência, é que no dia que conseguirem fazer uma casa no meia da cidade que não provoque desgaste na natureza avisem... Só me apetece dizer palavrões. Enquanto as coisas são levadas na brincadeira, tudo muito bem, mas o despudor, a soberba e arrogância (e não estou a falar deste comentário em particular) que ultimamente se tem visto por parte de anónimos é deplorável. Ou é o cabelo, ou os sapatos, ou o dedo mindinho... As pessoas gostam mesmo é de seres perfeitos, tão perfeitos que têm de ser inventados, de forma a serem e a terem comportamentos irrepreensíveis, politica e eticamente correctos. Gostaria de saber quantos destes anónimos é que têm uma vida tão moralmente perfeita, para que possam vir para aqui (ou qualquer outro blog) apontar defeitos de forma tão mesquinha, trivial e fútil. Desculpe o desabafo que nada tem a ver com o post em si.

      Voltando à vaca fria, Calacatta wins!!!!!!!!! Espero que não sofra um aumento a 300% :p

      Eliminar
    8. Eu (armada em anónima de forquilha na mão :D :D ) venho corrigir a anterior anónima para: No dia em que conseguirmos viver sem provocar desgaste na natureza é melhor avisar a malta. É impossível ter uma pegada ecológica negativa tendo o mínimo considerado aceitáveis no nosso padrão de vida.
      Ora tendo em conta que outra anónima comentou com um computador ou telemóvel já não tem uma pegada negativa. Cada um desgasta a natureza à sua maneira. Até os vegetarianos com as bagas goji e afins (ou será que elas chem a Portugal via obra do espirito santo??)

      Eliminar
  12. É bem mais bonita que a outra. Mas qual o preço? Pode fazer a diferença na escolha.

    ResponderEliminar
  13. É estrondosamente bonita essa tal Cala tá tá tá.

    ResponderEliminar
  14. existem pedras, portuguesas, tão bonitas. se quer a perfeição nos veios..o melhor é desistir da pedra natural e ir para uma massa, com tratamento.
    anonima

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não quero a perfeição nos veios, todos os blocos de pedra são diferentes, mas gosto especialmente do efeito destes veios... se tivesse escolhido Lioz (que é a pedra que tenho actualmente em minha casa)também não podia escolher entre o rosa, o bege ou o amarelo? Deveria partir de imediato para as massas com tratamento?

      Eliminar
  15. Esta, Palmier. Escolha esta. É linda!!!
    Entremos em modo crowdfunding, já! :))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahhahahhahahahhahahhahahahahahahhahahahahahahaahhahahaha
      Acho que vou ter de vir pedir uns trocos aqui para o blog! :DDDDDDDDDDDDD

      (ainda não sei o preço...)

      Eliminar
  16. Bem, para o próprio arquitecto frisar a diferença de preço, suponho que esta seja bem significativa, que por norma nunca vi nenhum dar-se ao trabalho de citar diferenças de valor quando estas não se fazem realmente sentir. Há saldos para tudo e mais alguma, não haverá de pedras?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É que ele sabe a minha política relativa a alterações (para mais) ao orçamento:D

      (e ainda não me disseram o preço...)

      Eliminar
  17. Bom, eu gosto sempre de ser sincera:) então eu acho que tirando a banheira qualquer grande superfície tem uma casa de banho com essas pedras. Desc tá? lol

    ResponderEliminar
  18. Eu gostei muito dessa. Muitíssimo, mesmo. Portanto deve ser bem mais cara, aconteceu-me isso quando fui escolher a pedra da cozinha. Olhei, olhei, olhei e disse "é esta", assim muito convicta. Era só o dobro do preço das outras, consorte ainda me perguntou se eu fazia de propósito.
    (Mas a carrara também é lindíssima, da que puseste no outro post não gosto tanto)

    ResponderEliminar