segunda-feira, 6 de março de 2017

Alguém pode vir aqui num instante dar-me um incentivo, antes que o Pipoco se apresente para arrasar definitivamente a minha autoestima artística?

Depois de quatro fins-de-semana a pintar este quadro. Quatro. A minha adorada família apresenta-se junto a mim, à vez e cada um por si, e perguntam: onde é que vais pendurar isso. Sim, a minha adorada família refere-se à minha arte como "isso". E depois concluem: No teu escritório, não? O que se pode traduzir por: tira-nos isso da frente. O pior é que, tendo em conta as minhas dificuldades com o figurativo, eu achava que até que nem estava nada mau -foi pintado com base noutras pinturas, mas, ainda assim, achei que nunca iria conseguir - e agora preciso que alguém me diga isso mesmo, que não está nada mau. Pessoas? Alguém? Mãe? Tu que gostas de tudo o que eu faço, importas-te de vir aqui dizer bem? Por favor! És a minha última esperança!



97 comentários:

  1. Está a brincar? Parabéns pelo talento.

    O quadro tem uma certa aura Tim Burton ;)

    ResponderEliminar
  2. Palmier, olhe que ISSO (com o mais alto respeito) era uma excelente ilustração para um livro. Se tivesse sido eu a fazer, colocaria em destaque e teria muito orgulho nele.

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. Ahahhahahhahahahahahahhahahahahhahhahahahahhahahahhaha
      És mesmo fashionista, Maria Mirone! Queres que lhe mude a roupa? O que é que está a dar esta estação, diz-me! :DDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Ahahahahahahahahahah por Deus Palmier Encoberto... De onde raio saíram as manchas de sangue do vestido??

      Eliminar
    3. Tudo menos Leoparda assassina.

      Eliminar
    4. Ahhahahhahahahhahahhaahhaahhahahahahhahahahahahahahahahaha
      Vocês têm muito pouca imaginação, sinceramente...
      A senhora pode muito bem ter estado a assassinar o marido com facadas e agora está a descansar do esforço. Ou então esteve a fazer molho de tomate e aquilo espirrou tudo e ela ficou chateada e foi-se sentar nas almofadas, sei lá, há um mundo de hipóteses por explorar e vocês aí estão, presas a clichés da moda... enfim.

      Eliminar
    5. Sim, matou o marido à facada e foi descansar para as almofadas, aproveitado para pôr em pratica os seus poderes camaleónicos, atentem como que quer camuflar:fundir com o tapete, poderes que lhe serão de suma utilidade quando as autoridades vierem na sua peugada.

      Eliminar
    6. Ahahhahahahahahahahahhahahhahahahhahahhahahhahahhahahahhahahhahahahhahahahahahahahahahahahahaahhaahhahahhaahahahhahahahahahahaahhahahahahahahahahhahahahahahahahahhahahahahhahahahhahahhahahhahahahahahhahahahhahahahahahha

      Nunca a análise de uma pintura foi tão profunda e certeira! Caramba, Mi, temos de ir para os museus fazer crítica de arte e lançar livros com as nossas ideias! Resmas de livros com as nossas análises! Vão ser best-sellers!

      Eliminar
    7. E digo-te mais. Esse quadro devia fazer parte de uma série. Agora tens de pintar outro, com um avental imaculado pendurado num gancho na cozinha. Chamar-se-ia "Oblivion" ou simplesmente "esqueço-me sempre".

      Eliminar
    8. :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD
      Tem de ser um tríptico! No terceiro está o marido deitado em cima da bancada da cozinha com uma faca espetada no coração! :DDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    9. Perfeito! Vou já ligar para o Louvre e pedir-lhe que retirem a Vitória de Samotrácia. Já estou a imaginar o êxtase dos visitantes quando olharem para o topo da grande escadaria.

      Eliminar
    10. A senhora não tem cara de assassina, mas sim de leitora compulsiva.

      Eliminar
    11. A Ana também quer vir para o grupo de críticas de arte! A senhora está com olheiras porque passou a noite a ler um livro! Nem foi à cama! :DDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    12. Precisamente. E agora está a meditar sobre o que leu e a fazer uma comparação com a sua vida.

      Eliminar
    13. Eu acho que para o outfit, a Palmier devia pedir conselhos às fashionistas. Ou pelo menos inspirar-se nos seus magníficos posts. Porque não usou a saia da Neusa? Já tinha pelo menos o parecer favorável do seu pai.

      Eliminar
  4. A moça tem olheiras? Há quantas noites não dorme? Há quatro fins de semana, é isso?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O título da obra será:

      "Acabou-se-me o corrector"

      Eliminar
    2. "Acabou-se-me o corretor e rebentou-se-me um frasco de ketchup no colo", que o que está super in é dar nomes compridos aos quadros, como os nomes dos pratos em certos restaurantes.

      Eliminar
  5. Gosto muito. Mas atenção: eu não percebo nada de arte, é possível que nem passe de uma treta e seja eu que não o saiba reconhecer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Três incentivos. Mas este foi um bocadinho a medo :DDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Confesso: este e o anterior (das olheiras) foram ambos comentários meus, feitos para desestabilizar.
      Pode contar com o meu incentivo total: gosto muito do quadro.

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Pronto, eu sabia! Estão a ver, pessoas, como é difícil ser artista neste país!

      (Até tremi quando recebi a notificação do comentário!)

      Eliminar
    2. Vá lá, e ele não dizer que é um quadro-Correio da Manhã...

      Eliminar
  7. Belíssimo auto-retrato. Aceitas encomendas? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se quiseres correr o risco de ficar parecida com... sei lá... o teu gato? :DDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  8. O cotovelo está... original! Errr... não pendurava isso em lado nenhum.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahhahahhahahhahahahhahahahahahahhahahahhahahhahaha
      Já tinha dado conta da originalidade mas já não me apeteceu corrigir. Na verdade achei que não era lá muito importante :DDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  9. Olhe que nem sequer é "não está nada mau" mas antes um "até está bom". Claro que se continuar daqui a uns tempos refaz esse quadro e vai ver que estará melhor...
    Prática faz a perfeição, continue e não desmoralize! Ainda vai ficar a bloggopintora mais famosa da bloggosfera e arredores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este acho que já não refaço, que já estou farta dele, mas vou treinar noutros :)))))

      Eliminar
  10. Não me importava de o ter. Gosto muito, tem uma certa aura melancólica e nostálgica.

    ResponderEliminar
  11. Eu gostei. E quero o vestido dela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. <3

      Ah, finalmente alguém que gosta do vestido! Aleluia! Já estava a achar que tinha de lhe mudar a roupa! :DDDDDDDDDDD

      Eliminar
  12. A minha mãe tem uma almofada muito parecida à vermelha. Não está nada mal, a almofada!

    ResponderEliminar
  13. Só não percebo as críticas ao vestido amarelo Neuza, toda a gente sabe quem lançou a moda. Gosto do quadro no geral, tirando os padrões dos tecidos. E admiro a tua coragem ao lançares a tua criatividade às feras, esta gente não percebe nada de arte :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, também não percebo! Qualquer pessoa que se preze quer ser retratada em amarelo-neuza! É o must-have em termos de quadros! :DDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  14. Hum...Exagerámos no matchy-matchy, não?
    (Olá Palmy, minha blogoartista favorita)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sua desaparecida!!!

      Das duas uma: ou só tinha estes tubos de tinta ou então a senhora é uma mummy-blogger (daí as olheiras!) :DDDDDDDDDDDDD
      Mi, anda, já temos aqui mais uma leitura para o quadro! :DDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. É camuflagem, Xaxy. Aliás, estou em crer que aquela és tu. Não há quem te veja.

      Eliminar
    3. Estás a chamar-me olheirenta ou a dizer que me visto de almofada? Ou os dois? Hum? Vamos lá a saber.

      Eliminar
  15. Eu gosto, Palmier.
    Gosto de tudo, sério.
    Agora já nem numa pintura uma mulher pode ter olheiras?
    Tem que ser tudo perfeito?!

    ResponderEliminar
  16. Eu gosto e ficava muito bem na minha casa :)

    ResponderEliminar
  17. Pipocante Irrelevante Delirante6 de março de 2017 às 16:15

    Muito bom retrato.

    O que importa é ser magra.
    Ter cotovelos quadrados ou espinha bífida é de somenos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahhahahhahahhahahahhahahhahahhahahhahahhahahhahahahhahahahahahahahhahahahhahahahhahah
      Desde que seja magra, tudo o resto é absolutamente secundário! :DDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  18. O vestido parece uma fatia de pizza! :D

    ResponderEliminar
  19. auto retrato proto-erótico!

    ResponderEliminar
  20. Huuuuuuummmmmm...
    Huuuuuuummmmmm!
    Huuuuuuummmmmm?
    :p

    ResponderEliminar
  21. Oh caraças, eu, que percebo tanto de arte como de batons, vinha dizer "olha que giro está!, parece uma daquelas senhorecas do Modigliani". Depois li os comentários e até me ficava mal. Por isso, olha: "já nem a kardashian tem um cu desses, livra!" Já ias limpar o pó aos rodapés, não?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahhahhahahhahahahhahahhahahhahah
      Acho que é melhor, sim, que a casa não se limpa sozinha e estes quatro fins de semana tiveram o seu efeito! :DDDDDDDDDDD

      Eliminar
  22. Agora a sério, gosto da expressão no rosto. Curiosamente faz-me lembrar alguém mas não sei muito bem quem, pelo menos ainda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Havias de te lembrar de quem era, para lhe eu lhe vender o quadro! Depois dava-te uma comissão, claro! :DDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Já me lembrei, não é a MFL, conheci-a há alguns anos, contexto profissional, dir-se-ia que lhe captaste a essência :)

      (na altura passava a vida a cravar tabaco, e não só, quem sabe actualmente esteja em condições para te comprar o maravilhoso retrato... sempre ajudava a custear os jazigos digo casas de banho que tanto desejas...)

      Eliminar
    3. Se calhar, com o que poupou em tabaco já possa dedicar-se à aquisição de arte...

      (jazigo...?! caramba, Kina...)

      Eliminar
    4. :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      essas quantidades de mármore lembram-me automaticamente os jazigos, que queres que te faça? aliás, acho que já vem desde pequena (Ó FRÓOOOOOOOOOOOIDE!), a minha avó tinha uma mobília com tampos em mármore e eu... brrrrrrrrrrrrrrrrrrr... tinha cagufas daquele quarto!

      Eliminar
    5. Ainda se te fizesse lembrar uma simples sala de operações... :DDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  23. Far-lhe-ei chegar o envelope com os 60000€. Amo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha Mecenas! Eu sabia que alguém havia de reconhecer o meu talento! :DDDDDDDDDD

      Eliminar
  24. Eu, que não gosto de tudo quanto a Palmier faz, estou aqui encantada com essa pintura, mesmo, assim tal qual está. E as olheiras, precisamente as olheiras, acabam por ser o pormenor que, para mim, torna essa pintura interessante, ficam ali como uma espécie de contraste ao colorido. Gosto mesmo :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estou a perceber... como assim "não gosto de tudo quanto a Palmier faz"?! Acho que vamos ter problemas! :D

      Eliminar
  25. Adoro. Podes pendurá-lo em qualquer lado e orgulhar-te dele. Quero um!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, como estou feliz com este volte-face final! Já aqui estava a queimar os pincéis e afinal... :DDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  26. Querida Palmy
    Gosto genuinamente do quadro.
    Desde logo pelo sentimento identitário com a minha época favorita em termos artísticos - as vanguardas das primeiras décadas do século XX. Quero lá saber das olheiras, do padrão do vestido e do cotovelo torto...
    O nosso Amadeu não pintou rostos verdes? E era o quê, crises de vesícula?! Ou cancro do fígado?!
    Independentemente de tudo o resto, e das criticas, desejo que continue a explorar a sua veia artística e criativa. No nosso mundo (cada vez mais) demasiado formatado e espartilhado, a imaginação e a criatividade fazem a diferente em relação aos doces rebanhos de que os poderes instituídos tanto gostam...
    ptc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónima, desculpe estar a meter-me na conversa mas isso que diz seria muito bonito e estaria tudo muito certo se, repito, se a pessoa em questão não fosse Palmier Encoberto. Palmier Encoberto é um daqueles raros casos cuja criatividade não se deve estimular mas, ao invés, resfriar, sob pena de se ultrapassarem limites impeditivos do seu retorno ao mundo das pessoas mentalmente sãs. E digo isto nem é tanto pela própria da Palmier, é mais pelos meninos. A sério, não lhe dê apoio. Não a espicace. Para segurança de todos. Obrigada.

      Eliminar
    2. Ahahhahahahahhahahahhahahahhahahahhahahhahahahahahahahhahahahahahhahahahhahahhahahahhahahahhahahahahahahhahahahahahahahahahahahahhahahhahahahhahahahhahaahhahahahahahhahahahahhahahhahahahhahahhahahahahahahhahahahahahahahhahahaha

      Vá, confessa, ficaste sentida por eu ter escolhido retratar a Manuela Ferreira Leite em vez de te ter escolhido a ti, não é? Já te estavas a ver pendurado na parede da sala, com um vestido de pizza e um problema no cotovelo, não é? :DDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    3. Ahahahahahahahahahah Ahahahahahahahahahah o baile de Carnaval não correu nada bem à jovem Manuela, pois não?! E logo a ela que ia tão elegante no seu disfarce de girafa...

      (Depois dessa noite fechou-se no quarto... só ela, as suas almofadas, os seus livros de economia e as suas pérolas... Até hoje. Sobre o que acontecera naquela noite nem uma palavra...)

      Eliminar
    4. Ahahahhahhahahhahhahaahaahhahahhahahhahhahahahhaahahhahahaahahahahha

      E é assim que pequenos problemas criam grandes economistas! Realmente uma análise cuidada de um quadro fornece-nos um incrível manancial de informações! Qual Da Vinci, qual quê, não tarda o Dan Brown escreva o Código Palmier, para decifrar todas as mensagens contidas nesta pintura!

      Eliminar
    5. Muita experiência a ler nas entrelinhas... :DDDDD

      Eliminar
  27. Maman gosta. 3 coisas a refazer: o cotovelo, o pescoço e a boca. O resto está bem.
    Maman não brinca em serviço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O cotovelo sem dúvida. O pescoço? E a boca?! A boca deu-me imenso trabalho! :D

      (não sei se tenho paciência para lhe voltar a mexer... já estou um bocado farta dele :D)

      Eliminar
  28. Gosto muito! Tem todos os motivos para se orgulhar! Digo-lhe eu que nunca acabei um quadro. Saio-me bem a carvão, ou a caneta preta, especialmente de tinta da china, mas quando mete tintas e pincéis... ai ai, a perfeccionista em mim dá em doida. Nunca acho nada suficientemente bom.

    ResponderEliminar
  29. É só a mim que o vestido parece uma pizza? ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que alguém lá para cima já disse o mesmo :DDDDDDD

      Eliminar