terça-feira, 11 de abril de 2017

São quatro e vinte e dois e ainda aqui estou às voltas

Não percebo porquê, mas há noites em que as almofadas se amotinam contra mim, devem combinar lá entre elas umas acções revoltosas com o objetivo de serem absolutamente desconfortáveis e manterem-me assim, acordada. Nestas noites não há nada a fazer, é esperar que se cansem desta parvoíce. 

14 comentários:

  1. Podia escrever um livro "a revolta das almofadas" ou "de fofas a desconfortáveis"
    Espero que melhores dias estejam para vir Palmier

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, com o tempo que estive acordada tinha dado para escrever uma trilogia! :D

      Eliminar
  2. Por breves instantes achei que ia sair daqui publicidade :))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahhhahahahhahhahahahhahahahhahahahahhahahaha
      E depois terminava com aquele comprimido que aqui há tempos todas as bloggers tomavam :DDDDDDDDDD

      Eliminar
  3. Olha... Só foi pena não me ter lembrado de vir para os blogues, que ainda nos tínhamos feito companhia... (Se dormi três horas foi muito...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, isso é que tinha sido! Até tinha dado tempo para lermos o Ulisses em voz alta! :D

      Eliminar
    2. ahahahahahahahahahahah ulisses!!! ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha. A Palmier é tão espirituosa!

      Eliminar
    3. (com sorte tínhamos adormecido mais depressa! :D)

      Eliminar
    4. Para a próxima avisem s.f.f.

      Eliminar
    5. Temos de arranjar um meating point para estas horas :D

      Eliminar
    6. Damn it!!! Já vinha cá perguntar se um meating point não seria um talho, mas não cheguei a tempo...

      Eliminar
    7. :DDDDDDDDDD
      Olha antes um meating point, que brake point, que sempre podíamos comer um bifinho se nos desse a fome! :DDDDDDDDDD

      Eliminar