sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Prognósticos para 2015

Os blogs vão continuar a ser o nosso recreio, quando toca a campainha para o intervalo do trabalho, lá vamos todos a correr, aos atropelos, escada abaixo, para nos distribuirmos pelo pátio como de costume, com as amigas de sempre e os grupinhos rivais, as intelectuais, as fashionistas, as modernas e as intemporais, umas adoradas e as outras detestadas, e as que são detestadas por por uns são adoradas por outros, e as adoradas por uns detestadas por outros, às vezes os grupos pegam-se e a escola inteira junta-se em roda para ver, tudo a tapar os olhos e a dizer "ai que horror", mas a gritar por entre dentes "fight, fight, fight!", outras vezes os grupos misturam-se e há transferências como no jogo da bola, as intemporais fundem-se com as fashionistas e as intelectuais com as modernas, ou às vezes as modernas com as intemporais, nunca se sabe, mas depois, lá está, a coisa é volátil e há que ter cuidado porque se nuns dias umas são as mais populares, basta um pequeno erro e descem por aí abaixo, e a coisa vai andando assim, meninas de um lado, entretidas com as suas tricas, meninos do outro, os que também funcionam em grupo, e os outros, os solitários, postos num canto, a fingir que não se interessam, que não querem saber, mas as coisas são como são, e toda a gente sabe que são os que mais precisam de atenção... 


Eu? Eu rio-me...

49 comentários:

  1. Ahhahahahahahahahahahhaha! Olha, porra, AI LÓVE IU!

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. (Olha que troca de comentários tem jeitosa...) :DDD Depois os meninos gozam-nos Palmier...

      Eliminar
    2. Mas isso faz parte das regras do jogo, minha Nê! :DDDDDDDDDDD

      Eliminar
    3. Ah bom... :DDD (Mas de quando em vez também nos podemos/devemos fingir amofinadas, não é?)

      Eliminar
    4. Estou aqui a consultar o Codex Blogosférico e sim, podemos fazer tudo o que quisermos! É essa a graça dos blogs!

      Eliminar
  3. No fim dos blogues, já não falta muito, restaremos nós. A rir, provando que as coisas são como são e ... que isto são só blogues.

    (nesse dia convido-a para um blog colectivo)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (a ver vamos se esse será o tempo em que aceitarei que me convidem... :DDDDDDDDDDDDDDD)

      Eliminar
  4. apenas 2 palavras: BRU-TAL
    bom ano Dª Palmira, e continue a brindar-nos com o seu excelente sentido de humor :DDDDDDDDDDDD

    ResponderEliminar
  5. Vantagem do lado de cá!
    :DDDDDD
    (É uma piada, é só uma piada, ok?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito cuidadinho com essas piadas, Xaxia... agora podem ter consequências! :DDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  6. E depois há ainda os bloggers autistas como eu, que passam ao lado das rixas e das festas e ficam sempre a olhar sem perceber nada nem entender as piadas. Somos um bocado anti-sociais, admito. Se calhar devíamos formar um grupo... :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão divertido... :DDDD
      Mas, sim, um novo grupo é sempre bem-vindo :D

      Eliminar
  7. Essa analogia entre a blogosfera e o colégio é maravilhosa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há anos que acho que isto dos blogs é um prolongamento dos comportamentos da escola :D

      Eliminar
  8. Pipocante Irrelevante Delirante2 de janeiro de 2015 às 19:58

    Pelo menos aqui não há quem se chateie e leve a bola para casa se estiver a perder...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui... aqui são bem capazes de furar a bola de uma vez por todas! :D

      Eliminar
  9. Please, continua a divertir_me! :)

    ResponderEliminar
  10. Maravilha, Palmier. Tal e qual :) :) :) picardias, arrufos, amuos, jogar à apanhada, à cabra cega, ao rei manda... mas no fundo, ninguém consegue ficar indiferente a uma carinha triste... Boys will be boys, and girls just want to have fun :) :) :)

    ResponderEliminar
  11. Nada que ver, Palmy, mas cheira-me que está na altura de um novo header. O que achas? Assim mais dado ao aconchego da lareira e do casaco féshion, rebordado de pêlo Louis Vuitton.

    Quanto ao assunto em análise, te digo uma coisa, garantidamente, o teu blog é especial. Ou melhor, tu és especial. Tens a noção perfeita de equilíbrio entre a brincadeira e a crítica. E acima de tudo (e aqui sim, até alguns antigos, que têm a sua piada, têm, não te chegam as calcanhares), sabes rir de ti própria. Tens uma "leveza" profissional. É muito bom rir contigo.

    Beijos e um 2015 cheio de dois pontos e d maiúsculo (ando a aprender Regras & Etiquetas com o Pip)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :)))) bom ano!

      (tenho cá uma ideia para um novo header... mas está a ser muito difícil ter acesso ao objecto que tenho em mente...:/)

      Eliminar
    2. Medo... muito medo! :)
      Nai

      Eliminar
  12. Olá

    Vou formar um grupo com uma das leitoras lá de cima, a Ana das Pontas, é que eu também me esfalfo para perceber algumas das piadas que circulam na blogosfera e sou um bocado antissocial, não perdendo grande tempo com isto de deixar opiniões que não me pediram.
    Leio o teu (pode ser tu, não pode?) blogue há alguns meses e talvez por culpa da insociabilidade que não me larga, nunca deixei um comentário. Vou no entanto deixar uma sensação em forma de comentário: aqui está-se bem.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Palmier sempre a mesma perspicácia!
    Adorei a analogia!
    E existe pano para mangas... os blogs que jogam "ao bate pé", ao "mata", os que só fumam (cigarros e não só)...

    Ah e eu também sou das que me associo à Ana das Pontas e à Gina... mais de metade das "tricas" bloguistas passam-me completamente ao lado... (e ainda bem!).

    Bjs, um óptimo 2015 e... continua assim!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que existe uma K. (eu) e outra/outro k. (cujo perfil não se consegue visualizar).
      Que falta de originalidae... não sabia ter arranjado outra letra? pelom menos a letra é minúscula...

      E que não se confundam as K.

      Eliminar
  14. Pois eu diria que a Palmier se junta com as rufias bullies, se ri muito com elas e as encoraja a continuar a sarrazinar as outras, ao não se demarcar das suas atitudes, embora também não as assuma como suas. Tenta ser como a suiça, o problema é que, ao contrário do que pensa, não se pode agradar a gregos e troianos, e "diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és", e quando a coisa já cheira mal por todos os lados, não é por não se tocar na trampa com a mão que não se fica com o cheiro. E neste momento já cheira muito mal. E a suiça ficou com muito ourinho judeu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "k.", uma pergunta directa para uma resposta directa que a tua opinião interessa-me. (Sem ironias nem duplos sentidos. Blogosfericamente falando, a tua opinião interessa-me.) Eu, NM do calma com o andor, sou, na tua opinião, uma rufia bully? Sem meias conversas... Sim ou não?

      Eliminar
    2. Olhe cara K., quando tiver terminado de compilar o Código Deontológico do Blogomundo envie-me uma cópia, tá?

      Eliminar
    3. Não se trata de código de blogomundo, mas de decência enquanto gente adulta que se relaciona neste mundo, de preferência para se divertir, sem ser à custa de insultar os outros. E lá por não o fazerem directamente, alimentam os comentários jocosos e riem-se deles, de modo que a distinção entre serem bullies ou apenas compinchas dos bullies, mandando uma ou outra boca à socapa, não faz grande diferença.

      Eliminar
    4. Ok... Agradeço a assertividade da resposta. (not) O engraçado, o que é mesmo engraçado, é que ainda que tendo pouco tempo de blogues - e graças ao criador que a coisa diz que foi feia no passado, lembro-me de muita gente a alinhar nisso dos comentários jocosos e bocas e críticas. Lembro pois lembro... Mas lá está... Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Quando é com os outros pode-se criticar e rir e mandar bocas e o diabo a quatro, quando é connosco... Alto e para o baile garotada que eu não tenho vagar para isto... Acho engraçado. (Não comento mais nesta conversa. E olha que não é por mim.) Agradeço é só que alguém me avise quando encontrar um comentário meu a ofender (ou mesmo a magoar) alguém. E é esta agressividade nas palavras que me tira do sério... "Ofender" e "magoar", não "brincar" não "gozar" não "criticar". É logo "ofender e magoar"... Tau! Toma lá que é por causa das cócegas...

      Eliminar
  15. oh, desapareceu... interessante...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desapareceu por razões que não vou explicar, mas que não são seguramente as que está a pensar. Se quiser repetir os comentários, garanto-lhe que os publico todos.

      Eliminar
    2. Dado que não irá explicar, não me parece que valha a pena repetir o que disse antes e que foi simplesmente apagado. Fique em paz.

      Eliminar