terça-feira, 19 de agosto de 2014

Em frente ao Hotel

Era a referência: "Estamos na praia, em frente ao Hotel". O Hotel onde me ia afogando na piscina, naquele dia, ao fim da tarde, em que o meu pai estava na espreguiçadeira a ler um livro e a fumar cachimbo e eu andava a nadar na parte funda com uma bóia azul turquesa de um lado e amarela do outro. Acontece que a bainha que ligava a parte azul à parte amarela se descolou e, de um buraco enorme, começou a sair ar em golfadas que fazia bolhas na água. Num segundo a bóia estava cheia e no segundo seguinte não passava de um bocado de plástico inútil a puxar-me para baixo. E eu, pequena que era, lembro-me de olhar para aquilo sem saber o que fazer, mas com a clara percepção que dali não ia sair nada de bom. Quando comecei a ir ao fundo, o meu pai levantou-se, parece que estou a vê-lo, altíssimo, com o seu eterno panamá branco, deu um mergulho de cabeça e salvou-me. Ainda hoje vou à praia em frente ao Hotel, mas o Hotel já não está lá. Do Hotel só resta um buraco enorme na terra, um buraco quase igual ao da minha bóia.




12 comentários:

  1. Quem atenta contra a deusa leva com maldições dessas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahhahhahahhahhahahhahhahahhahahahahahahahahhahahahahahahahahhahahahahahahahhahahah
      Nunca tinha pensado nisso nessa perspectiva! :DDDDDDDDDD

      Eliminar
  2. Que lindo Palmier :) aconteceu-me,em tempos,algo semelhante no rio Zêzere :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aconteceu-me algo semelhante também a mim e também no rio Zêzere; só que quem mergulhou para salvar a cria fui eu (mesmo sem panamá estou em querer que não fosse o terror da situação - acidente de barco - até tinha sido um mergulho digno de aplauso)

      Eliminar
    2. Volta não vira, quando estou quase a adormecer, ainda me passam as imagens pelos olhos…
      Mas já passou!
      :D

      Eliminar
  3. Parece que todos temos a nossa história de quase afogamento de infância, mas com final feliz! Eu tive vários sustos, não dava descanso aos pais. Graças a pais e mães atentos estamos aqui a comentar o buraco na tua boia! :)

    ResponderEliminar
  4. tenho de concordar com a ana preguiça, tambem tive um susto daqueles... Sabes, Palmy, rio-me que nem uma perdida contigo, és realmente única na blogo. Mas quando o assunto é mais sério, tambem me fazes ficar quieta e ler duas vezes. És uma mulher e tanto, acredita.
    (e, perdoa-me o descaramento, mas a Sexinho não aceita anónimos :( queria deixar um beijinho para ela, aquele gata linda :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :)

      (Estás à vontade para comunicar com a Sexinho por aqui! :D)

      Eliminar