quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Ah, o carro…

Era suposto estar pronto na sexta-feira, mas o senhor diz que se calhar não consegue tê-lo pronto até ao final do mês, que está complicado, ainda faltam umas peças, que foi uma grande pancada, aliás, sempre que lhe telefono o senhor diz-me que foi uma grande pancada, que por dentro está bastante danificado, que carro é que lhe bateu?, pergunta, incitando a uma resposta  apoteótica, qualquer coisa como: foi um camião tir, e então eu lá digo baixinho, quase envergonhada, que não, que foi um Peugeot, e ele então faz um som espantado e depois volta a insistir: sabe, foi uma grande pancada. E eu pergunto-me se eles estão treinados para dizerem estas coisas para as pessoas ficarem inseguras e irem a correr comprar um carro novo ou se o carro estará efectivamente condenado…


25 comentários:

  1. Muito trabalho, falta de peças e mais meia dúzia de carros que passaram à frente porque os proprietários até lá ficaram à espera do arranjo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epá... se os outros me passam todos à frente porque ficam na oficina, só me safo se for para lá viver! :D

      Eliminar
  2. Não vás na conversa Palmy! Endurece.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas faço o quê?! Grito-lhe ao telefone, vou rodar a baiana para a oficina (nem sei bem para que oficina é que eles mandaram o carro :D), digo mal da marca no blogue?!

      (Ele foi sempre simpático e educado...)

      Eliminar
    2. Palmy...ora..faz olhinhos de carneiro mal morto ao Senhor...Assim olhinhos de gatinho perdido e com fome. :D

      Eliminar
    3. Mas eu nunca o vi! Só falo com ele ao telefone! :D Mas da próxima vez faço a minha melhor cara de Garfield! :DDDDDDDDDDD

      Eliminar
    4. Sou da mesma opinião da Lulu, endurece, enrijece, não esmoreças!!!!
      Eu sou da opinião que os mecânicos, assim no geral, quando vêem - neste caso ouvem.. - que é uma mulher inventam, fazem um drama em 5 actos e vai daí que "foi uma grande pancada" e "valha-me nosso Senhor Jesus Cristo e o resto dos santinhos do altar, que raio de carro lhe bateu" ou "epah, isto de peças.. vai demorar, tem de ter paciência.." tem de ter paciência o escambau!!!!!!
      Vá, isto sou eu que me enervo muito quando acontece algo com o meu carro, mas faço questão de ficar lá a "segurar a mão" do popó e a ouvir todas as explicações e termos utilizados pelo mecânico, em casa lá vou pesquisar o que é e o que não é..
      Força aí!! ;)

      Eliminar
  3. Eu trabalho na área das oficinas e posso confirmar que quando ele diz "sabe foi uma grande pancada" está a tentar ganhar tempo para a chegada das peças...
    Por vezes os fornecedores não cumprem com o acordado ou há coisas que nem a marca tem em stock ou então eles receberam o seu carro, não querem perder o cliente mas estão atolados em trabalho e o seu está para o fim...
    Já agora qual foi o carro que lhe bateu :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :DDDDDDDDDDDDD

      Caramba, deviam arranjar uma conversa diferente. É que assim eu estava a achar que o carro não tinha salvação!

      Eliminar
  4. Com uma pancada por trás o carro infelizmente nunca mais vai ficar o mesmo. Não sei que marca é e se a oficina é de confiança mas vá sendo "chatinha" que eles a despacham rápido nem que seja para não os estar a chatear 😄

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a oficina da marca... só lá fui uma vez fazer uma revisão. Tenho tanta confiança nesta como noutra qualquer :)

      Eliminar
  5. Olá!
    Também me bateram por trás, coisa pouca: para-choques e porta da bagageira novos, mais um farol que se partiu.
    Depois da peritagem, tiveram uma semana para chegarem as peças. Pelo meio disseram que tinham de "encaixar" o arranjo no serviço já planeado, mas que ao fim de 2 semanas teria o carro pronto. Depois dessas duas semana ainda esperei mais duas (demorou imenso a pintar...). A ajudar tiveram falta de pessoal, pelo que atrasaram o serviço todo.
    Portanto, o mal é geral...

    Bjks.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... o meu era para demorar três semanas. Muito me admiraria que não fossem cinco...

      Eliminar
  6. Palmier, no meu bateu mesmo um camião, não tir, mas do lixo! Depois de um mês sem carro, sem a conversa de que foi uma grande pancada e com a garantia da oficina da marca que o carro está impecável, desde que o fui buscar (há menos de uma semana) que só penso em vendê-lo :/
    Manias, mas para mim não é o mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu cá só fiquei a gostar verdadeiramente do meu carro depois do acidente. Nunca simpatizei particularmente com este veículo, não tivemos aquela química :D Agora que ele se portou tão bem até me faz pena ver-me livre dele :)))

      Eliminar
  7. O binomio oficina/ seguradora atrasa o inicio...depois as peças demoram tempo a chegar e as suas devem estar pedidas em cardown...as oficinas de marca sao as melhores para se levar os carros. Confie no que lhe dizem. Ninguem a quer enganar, mas as vezes nao ha muito mais para dizer se nao ser simpatico. As oficinas de marca nao trabalham com peças alternativas...todas as peças sao de marca garantindo que o seu carro ficara como novo e com garantia de peças de fabrica. Tudo quanto seja serviços brilhantes fora das oficinas de marca sao fabulas. Existem controlos de qualidade rigorosos e exigentes, formaçao permanente e os melhores tecnicos. Tenha paciencia...as vezes demora tempo...as pessoas mais interessadas na conclusao da obra é a propria oficina que paga tudo antes que o cliente ou o seguro pague, por isso tem todo o interesse em ter a obra concluida para poder facturar. Trabalho neste sectror (mal amado) de pessoas apaixonadas pelo que fazem e incansaveis com os clientes....nao sou da marca do seu carro ...sou de uma outra marca alema dessas igualmente boas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))))

      Na verdade não me tem feito muita diferença porque o meu marido me emprestou um carro, daí que não esteja desesperada. Se estivesse sem carro já estava a alucinar! :D

      (se ficar efectivamente como novo, valerá a espera :)))))

      Eliminar
  8. Verdadeiramente eu não sei, aqui em casa têm acontecido uns "beijinhos" aqui e mais uns para ali, mas lembro-me (seis anos nunca se esquece) de capotar num acidente com o meu pai em entrecampos e do carro ter sido reparado, mas o facto é que o meu pai não ficou com ele mais que uns meses porque dizia que não era o mesmo, mas isto era nos anos 70 (ninguém tinha mazelas graves para grande espanto do 115 e sim o carro era um BMW que por acaso até era do meu avô).

    ResponderEliminar
  9. Curioso que costumo ter esse mesmíssimo retorno, "uma grande pancada", mas é quando ligo ao psiquiatra.

    :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

    ResponderEliminar
  10. Em relação à "grande pancada" veja se isso não é apenas uma forma de depois não se assustar com a "grande factura".

    Por outro lado também me custa um pouco acreditar em prognósticos definitivos e fatalistas do género "isso nunca mais tem cura"/"nunca mais vai ficar igual". Já fui à marca com um problema no carro onde nos foi dito que era a junta da colaça queimada e não havia nada a fazer, que teríamos de comprar outro carro porque nunca mais ficaria em condições (depois de deixar lá uma quantia considerável em reparações que nunca davam em nada) só para depois num "mecânico da esquina" o dito trocar os cabos e as velas e o meu carro ficar como novo... O dito carro nunca teve problemas de colaça e eu nunca mais levei um carro à respectiva marca depois de passar a garantia por causa disto. É que o preço que eles cobram na marca à hora era pelo menos 3x mais do que num outro mecânico qualquer, já para não referir que qualquer mini intervenção custava os olhos da cara. No final, dei cerca de 100€ para o meu carro ficar bem, depois de ter gasto o suficiente para levar a família toda a passar umas férias num resort de luxo, viagem de avião incluída. E mesmo depois de termos feito queixa da situação e relatar o sucedido nunca tivemos qualquer compensação, nem pelo dinheiro lá gasto como pela "orientação" de comprar um carro novo por o nosso não ser reparável.

    Acho que lhes interessa muito mais vender carros do que os reparar e nem sempre os mecânicos deles percebem assim tanto do assunto...essa foi pelo menos a minha experiência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hum... acho que não. Neste caso não vou pagar nada. A conta vai ser paga pela seguradora do carro que me bateu.

      Eliminar