segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Claro que depois a pessoa esmorece

A pessoa pensou que este fim-de-semana podia deslumbrar a sua própria família com cozinhados esfuziantes, a pessoa foi ao supermercado comprar os ingredientes para fazer um Pesto de Beterraba,  um Bucatini incrivelmente cor-de-rosa, mas claro que, como a pessoa nunca tinha comprado beterraba crua, veio para casa bastante feliz com uma embalagem de rabanetes. A pessoa realmente achou estranho que a beterraba também respondesse por rabanete, mas sendo o rabanete cor-de-rosa, a pessoa deixou-se levar e só no dia seguinte é que pensou profundamente no assunto, googlou, e ah-ah!, apesar de partilharem a cor, rabanetes são rabanetes e beterrabas são beterrabas. A pessoa foi então, pela segunda vez, adquirir a sua beterraba, cirandou por entre os frescos por mais de dez minutos, a pessoa não conhecia o aspecto de uma beterraba crua e portanto não fazia ideia de que a beterraba se aparentava com uma batata e ficou deveras feliz por, finalmente e depois de um incrível safari por entre legumes e raízes, ter descoberto a ambicionada beterraba. A pessoa trouxe então a beterraba para casa, seguiu a receita à risca, nervosíssima, que a pessoa enerva-se horrivelmente na cozinha, mas a pessoa foi ganhando alento, conseguiu este resultado final absolutamente espectacular em termos de cor, caramba, estava mesmo apetitoso, vitória, vitória, podem vir para a mesa, rápido antes que arrefeça!


Resultado: ninguém gostou. 


60 comentários:

  1. Ohhhhhhhh, é tão bom!!
    (Não estou a ironizar, não gosto de beterraba, mas gosto bastante de pesto da dita cuja.)
    Ânimo, da próxima ou comem e dizem que sim senhora, é muito bom! Ou não há bolo de chocolate para ninguém!
    Uma chantagenzita, nunca fez mal a ninguém.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estás bem a ver o esforço que eles fizeram (todos-consorte incluído) para comer três garfadas... :DDDDDDDDDD

      Eliminar
  2. Mas preferem a beterraba, ainda assim, àquela tua outra esfuziência do post anterior, verdade? ... (é que pelo menos esteticamente sempre é mais apelativa)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma obra tão bela, um cozinhado tão bonito... Sou uma incompreendida, é o que é! :DDDDDDDDDD

      Eliminar
  3. É sabido que génio que se preze não só é incompreendido como confunde rabanetes com beterrabas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahhahahahahahahhahahahahahahahahhhahahahahahahahhahahahahahahahahahahhahahahahahahahhahah

      (Isso é absolutamente fundamental!)

      Eliminar
  4. Eu teria gostado. Gosto de beterraba e não a confundo com rabanetes:)
    O que eu não consigo distinguir é a salsa dos coentros. Para mim são absolutamente iguais.E a courgette do pepino, por vezes também é bastante difícil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei na dúvida se a quantidade de beterraba foi a certa. A receita dizia "três beterrabas médias". Ora, se uma pessoa nunca tinha visto uma beterraba crua, não tinha propriamente forma de analisar o tamanho das beterrabas que lhe calharam em sorte :D

      Eliminar
  5. o único problema é o nome da coisa.

    é chamar-lhe A Invasão dos Body Snatchers e fica fadado ao sucesso. gente virá da China em voos low cost para ver. imagino já uma cadeia de fast food a espalhar-se, tentacular, por todo o oriente, snatchers with cheese, royal snatcher, big boy snatcher...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AhahahhahahHahahahhahhahhahahhhahahahhahahahahahahhahahahahhah

      Mesmo com outro nome não sei se o meu franchising conseguiria alcançar o sucesso... depois da amostra de ontem, tenho sérias dúvidas :D

      Eliminar
  6. A beterraba sabe um bocado a terra, não é um tubérculo fácil...

    ResponderEliminar
  7. Pipocante Irrelevante Delirante31 de outubro de 2016 às 12:36

    Isso é a cabeleira de algum disfarce de halloween?
    Era suposto ser para comer?

    ResponderEliminar
  8. Pipocante Irrelevante Delirante31 de outubro de 2016 às 12:37

    "A pessoa realmente achou estranho que a beterraba também respondesse por rabanete"

    Mas falou com o rabanete e ele respondeu?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Converso sempre um pouco com os legumes :DDDDDDDDDD

      Eliminar
  9. Hahaha Nem sempre é suficiente que os olhos comam. :D

    ResponderEliminar
  10. Ninguém gostou, mas ficou bonito :) é como a história da rosa e da couve ahah :P

    ResponderEliminar
  11. Que ingratos ! Pesto de beterraba é booom ... e pelo aspecto , devia estar óptimo e podia ter acompanhado com um vinagrete de rabanetes :)

    ResponderEliminar
  12. Espero que o seu consorte saiba cozinhar! :D

    ResponderEliminar
  13. Ohhh isso não vale depois de tanto trabalhinho ninguém gostou.
    Ela tem bom aspeto mas eu também não gosto de beterraba ;)

    ResponderEliminar
  14. Toda a gente sabe que coentros e rabanetes não vão à mesa do Rei. A partir deste fim de semana, acrescentemos a beterraba à equação.
    Olhe, sabe que mais? Isso a mim parece-me um daqueles pratos dos jantares de Halloween, que as sobremesas imitam dedos com pus e o prato principal mete sangue e vísceras e....
    um conselho: saia da cozinha. A sério. Saia.

    ResponderEliminar
  15. ??!!??!!??!!????????????????


    (onde está o apeguilho?! é massa com massa?)

    ResponderEliminar
  16. Leia um dos meus poemas que se vai sentir melhor.

    ResponderEliminar
  17. Ahahahahahahahahahah Ahahahahahahahahahah são parecidos são... São praticamente a mesma coisa na verdade!!

    ResponderEliminar
  18. Podias ter usado o resultado para ornamentar o quadro que pintaste! Quando se observam os dois posts em simultâneo percebe-se um completa o outro...
    (As pessoas comeram mesmo isso?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na verdade são uma instalação... funcionam sob o título "comendo um prato de massa com vista para a ETAR" :DDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  19. Possas pah, parece plasticina ;)
    Esculpa lá ahahahahahah

    ResponderEliminar
  20. Giro está! A cor faz isso mas compreendo que não tenham gostado....beterraba sabe a terra, ou melhor, solo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tinha sumo de limão para cortar esse sabor mas, ainda assim...

      Eliminar
  21. Respostas
    1. Então, é usar um espiralizador :)
      http://www.cesar-castro.pt/Catalogos/FichaArtigo.aspx?ID=284E10301

      Eliminar
  22. Vinha aqui dizer que esse prato ficaria fenomenal espalhadinho no quadro do outro post, mas a Cuca antecipou-se.
    Não sei se será coincidência, mas já são duas pessoas de elevado gabarito estético a ter a mesma ideia, eu se fosse a ti começava já a pensar no Guggenheim.

    ResponderEliminar
  23. A Palmier usou um espiralizador na produção desta obra prima das papilas gustativas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vocês querem-me enlouquecer?! O que é isso?! Não dizia nada disso na receita! Cozi a beterraba e triturei na Bimby!

      Eliminar
    2. Aah! Mas está tão perfeitinha, parece mesmo esparguete em versão beterraba!

      Eliminar
    3. Ah, não! Sou muito básica a cozinhar! :DDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    4. Também juraria que tinha utilizado espiralizador! :D Triturou como para ficar assim em fiozinhos? Quero essa receita, adoro beterraba!

      Eliminar
    5. Os fiozinhos são de Bucatini, aquele esparguete mais grosso. Só o molho é que é de beterraba :)

      Eliminar
  24. Puseste amêndoa ralada? Fica um delicia! E dá para comer quente ou fria.

    ResponderEliminar
  25. Olhe, se é bom ou não eu nao sei. O que sei é que deu uma bonita fotografia, que é o qye importa nisto dos blogs ;)

    ResponderEliminar