quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Já das sugestões que aqui me deixaram :)



Aprovado!


25 comentários:

  1. Não teve pena quando ele atirou o diário da mulher para a lareira? Para o perfil da personagem, até percebi que o fizesse, mas a mulher cusca e pratica em mim não gostou :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tive! Nunca uma mulher faria tal coisa! :DDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  2. Gostei tanto! Aquela maravilhosa e cruel descrição da amizade, julgo que é mais para o final do livro... Vou ter de reler! Isto se conseguir encontrar a página.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aposto que a sublinhei. Hoje, quando chegar a casa, vou ver e ponho aqui a página. Depois logo vemos se coincide! :D

      Eliminar
    2. :) é por isso que dá jeito sublinhar os livros. Desde que aqui venho já consegui sublinhar um, acho que há salvação para mim!

      Eliminar
    3. Ah-Ah! Já estou a conseguir levar outras pessoas para maus caminhos! :DDDDDDDDDDDDD

      Página 103?

      Mas a página 82... :))))

      Eliminar
    4. Exactamente Palmier! Obrigada, já nem me recordava dessa parte na pág.82. Fiquei com vontade de reler o livro. Isso também seria uma primeira vez, nunca reli um livro.

      Eliminar
  3. Também gostei.
    Qual é o próximo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai Oblomov! Logo nas primeiras páginas há uma cena que achei hilariante entre Oblomov e o criado :)

      Eliminar
  4. Foi-me oferecido pelo meu melhor amigo. :)

    ResponderEliminar
  5. Eu em Setembro li a Conversa de Bolzano, gostei muito. Se vem com recomendação, vou juntar este à lista da loja cujo noem não se pode pronunciar.
    (podiamos ponderar pedir um desconto de grupo. PALMIER16 ou algo assim...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fogo... lá vai mais um para o cesto! Vou proibir conversas sobre livros neste blog! :DDDDDDDDDDDD

      (sim, vocês compravam com desconto e eu levava os livros grátis! :DDDDDDDDDDDDDDD)

      Eliminar
  6. Ainda não estamos proibidas de falar de livros, não? ;)
    Há um livro fascinante "O romance de Genji", escrito por Murasaki Shikibu. Uma senhora que viveu no período Heian, do qual muito pouco se sabe. O livro terá sido escrito entre 1005 e 1014.
    É considerado o primeiro romance literário do mundo. Apesar do tamanho que nos separa, as personagens têm dimensões psicológicas muito interessantes. Acho o livro sublime e muito interessante, um mundo à parte.
    https://www.wook.pt/livro/o-romance-do-genji-murasaki-shikibu/201497 - sinopse e críticas
    https://www.wook.pt/pesquisa/O+romance+de+Genji - os 2 volumes
    Nunca lhe falei neste livro porque não gosto de ser responsável por dinheiro gasto em livros que podem não dar prazer a quem os lê, no entanto, a promoção da Wook deu-me alento :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grrrrrrrrrrrrrr! Já tenho o cestinho a transbordar! :DDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Palmier, gosto tanto do livro. Quando tiver tempo e lhe apetecer, leia a sinopse e as críticas (que valem o que valem, claro).E de coração, compro e ofereço-lhos.
      É uma delícia de se ler. Um mundo fascinante. Shikibu fazia parte da corte e tinha acesso a muita informção, o resultado foram estes dois volumes absolutamente imperdíveis. É preciso muita atenção por causa dos títulos honoríficos.
      Vi agora que em vez de tempo escrevi tamanho no comentário anterior. O tlm nunca colabora.
      Estou a ler um clássico italiano que me está deveras a agradar, se não houver proibição até lá, deixo-lhe a sugestão. Ou não :/

      Eliminar
    3. Eu é que tenho que parar de cá vir. Fiquei intrigada, como é que nunca ouvi falar neste livro? Mais de mil anos se passaram e o livro ainda está de pé.

      Eliminar
  7. Palmier,
    terminei o clássico Italiano de que lhe falei. Como combinado aqui estou :)
    Demorei bastante a lê-lo mas as infecções oftálmicas são terríveis.
    "Os noivos", de Manzoni é surpreendente. Gostei muito.
    Temos um casal impedido de casar. São camponeses analfabetos, moram numa pequena vila e pretendem unir-se, são impedidos por um fidalgo devasso que nutre uma paixão pela noiva. O vigário é cobarde e não celebra o casamento por receio. Entre as dolorosas aventuras da noiva num convento com uma madre duvidosa e o tempo passado no castelo de um assassino venha o diabo e escolha.
    O noivo vive o drama de sair da sua terra e percorrer outros caminhos, que desencadearão crises de valores passados e a perda da identidade e das raízes. Faz promessas libertárias ao ver o sofrimento da população esquecida pela nobreza e vive uma revolução interna que transforma a sua luta em algo bem mais intenso do que a simples procura pela amada.
    Confrontamo-nos com a peste que vem somente confirmar o carácter histórico do livro.
    Apesar do enredo tipicamente romântico, o livro não é uma representação literária do amor. Ao contrário, Manzoni concentra-se nos episódios sociais, de natureza historiográfica, analisando-os e dissertando sobre eles. Com muito humor e do bom, na minha opinião.
    Estão presentes também no romance, características históricas como a forte influência da Igreja sobre a população e o domínio exercido pela nobreza sobre a plebe.
    Alessandro Manzoni agiu como um típico romântico ao escrever a sua obra prima voltando-se para o passado em busca de inspiração, mas conseguiu distinguir "Os Noivos" dos romances de cavalaria ou de outras obras típicas da época que apresentavam o amor como figura principal do enredo.
    Gostei imenso. Mesmo muito. Todavia, as primeiras 100 páginas podem ser entediantes, mas passando as ondas está-se muito bem.
    O livro foi publicado pela Paulinas Editora, que é uma editora essencialmente religiosa. Receio bem que este livro seja apagado por falta de publicidade, o que é uma grande pena.
    Deixo-lhe as apreciações:
    https://www.wook.pt/livro/os-noivos-alessandro-manzoni/16248400
    (Espero que seja imensamente feliz na sua casa nova, que vista bestial. Não a conheço mas de verdade que gosto muito de si, mesmo muito :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Daniela <3

      (grrrrr... já tenho mais um livro no meu cestinho de compras :DDDDDDDDDDD)

      Eliminar