domingo, 29 de novembro de 2015

Mummy-Bloggers e Daddy-Blogger (atenção ao singular), preciso da vossa ajuda!

Como, por Deus, se refreia o gosto pelo treino ininterrupto da flauta por parte das nossas adoradas princesas?!

Ou é suposto deleitarmo-nos com a melodia?

(a questão do xilofone deixo para outro dia... também não vos quero cansar com tantas dúvidas)

59 comentários:

  1. Já de castigo para o quarto! Evidentemente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah... O que seria de mim sem as mummy-bloggers... só tenho pena de não ter feito a pergunta na Sexta-feira... assim tinha-a deixado lá o fim-de-semana inteiro! :DDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Bem, antes que faças alguma asneira é melhor confessar que não tenho filhos!! :) :)

      Eliminar
    3. Mas quando o meu cão toca flauta é o que faço...

      Eliminar
    4. Ah... Está agora...?! mas para ser mummy-blogger é preciso ter filhos?! Pensava que era só tirar fotografias de mini-outfits imaculadamente passados a ferro!?

      Eliminar
    5. Ahahahahahahahahhhahahahahahahahahhaha
      Pobre kierkegaard... Se tivesse o incentivo certo podia perfeitamente estar na Filarmónica de Berlim... agora assim... :DDDDDDDDDD

      Eliminar
  2. Eu estou aqui a ter uma ideia... Mas envolve "pimenta", " bocal" e "socapa" e não sei se é estratégia blogo certificada... Queres que desenvolva?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é contra os direitos humanos!!!

      Eliminar
    2. Ahahahhahahahahahahhahahahahahahahahahhahahhha
      (Aqui entre nós, Cuca, a Nê é uma conhecida radical da maternidade! O melhor é não lhe darmos ouvidos! : DDDDDDDDDD)

      Eliminar
    3. Mas, mas... Eu ainda nem expliquei a minha ideia... Por acaso não vos passou pela cabeça que eu estivesse a sugerir que... Credo, por quem me tomais.

      [Pensa NM, pensa rápido!...]

      Eliminar
    4. Ah, claro... ias explicar a tua ideia em fascículos... pois, pois... Já percebi... :DDDDDDDDDD

      Eliminar
    5. I beg your pardon? "Pois, pois..."??! Pronto. Já não partilho a minha ideia espetacular e nada atentatória contra a dignidade da criança. Pronto. Espero que estejas contente.

      Eliminar
    6. Vês como sou tua amiga?! Dei-te logo esta saída espectacular! :DDDDDDDDDD

      Eliminar
    7. (Obrigada love. Fico-te a dever uma.)

      Eliminar
    8. Mais uma, queres tu dizer... :DDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    9. Ahahahahahahahah não abuses...

      Eliminar
  3. Vê a coisa pelo lado positivo, não é uma bateria :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epá... nem consigo conceber essa hipótese! : DDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Eu consigo!!!! (Acho que os meus vizinhos também mas nunca perguntei...)

      Eliminar
    3. :DDDDDDDDDDDD

      Não quero mesmo imaginar!

      Eliminar
  4. Palmy, põe tampões nos teus ouvidos... acho que é o melhor. Não vá estares a desincentivar aí um génio musical em potência....
    (ahhh... como é bom já não ter esses desarranjos musicais cá em casa...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas, Susana... ela quer que eu oiça! : DDDDDDDDDD

      Eliminar
  5. Esconde-se. E quando a criança for perguntar pela flauta ainda leva um ralhete por ter perdido tão valioso instrumento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai Teresa... vê-se logo que não és blogger... qualquer mummy-blogger digna desse nome, tem logo uma solução espectacular e milagrosa que permite conciliar todas estas vontades contraditórias e fazer um bolo barrado com natas ao mesmo tempo! :DDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  6. Ai bolas. Não sou blogger. Mas tenho filhos, posso participar, pooooooosso?????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (poder, podes... mas já sabes que não vai sair nada de jeito... :DDDDDDDDDDDDDDDDD)

      Eliminar
  7. Qual é o problema com as mommy bloggers? Gostava de vos ver a vocês com filhos, um trabalho e um blog. A ver se conseguiam andar impecáveis... E nas Black Fridays a ir buscar os presentes das lojas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente... agora que pões as coisas assim, preto no branco, a pessoa percebe que, realmente, deve ser uma vida extremamente extenuante! :D

      Eliminar
  8. Bem... manda-as praticar para a porta do vizinho mais mal humorado que tiveres. Desde que seja antes das 22h00 não há problema.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahhahhahahhahahhahahhahahhahhahahhahahahhahhahahhah
      Posso dizer que é um recital que está a fazer para os vizinhos! Para se treinar para o grande dia! :DDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  9. Bem não sou blogger, mas é um horror! Os sons que saiam da flauta do meu filho arrepiavam ( no mau sentido) não Há nada a fazer mas duas situações podem acontecer ou melhoram e continuam ou como aconteceu cá em casa desistem porque nem eles aguentam , já agora desejo-lhe boa sorte para a fase da guitarra eléctrica que conheça aí pelos 16-17.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu filho também era péssimo... ela até se ajeita, mas de manhã à noite a mesma música...?! Opá...!
      (nem quero pensar na guitarra! Um dia de cada vez! :D)

      Eliminar
    2. Estava aqui a ler os comentários e lembrei-me a justiça divina existe, certo dia o meu filho resolveu arrumar (sabe-se lá porquê) na prateleira mais alta da estante dele, quando a foi buscar desequilibrou-se e pimba caiu-lhe na cabeça, levou cinco pontos, nesse dia e depois do susto passado, achei que o meu amor maternal era dúbio, por um lado tive pena dele mas por outro achei que era bem feito por causa do me fazia passar a mim e aos vizinhos ( e pelo o que os vizinhos me faziam a mim quando calhava partilhar-mos o elevador)

      Eliminar
    3. Ahahahhahahhahahhahahahhahahahhahahahhahahahhahahahhahahahhahahhahahahhahahhahahahahhahahaah
      Foste vingada pela bateria! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  10. Pipocante Irrelevante Delirante29 de novembro de 2015 às 23:03

    NInguem vos manda ter crias imprestáveis.
    A minha tocava sinfonias melodiosas ao fim de 5 minutos de treino.
    HOuvesse um instagram sonoro, vocezes veriam

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fogo, PID... claramente não tenho futuro nisto dos blogs... :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  11. Já agora, como se refreia o gosto pelo treino ininterrupto da flauta por parte das princesas das vizinhas?!
    ...adorava saber.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahhahahhahahahhahahhahahhahahhahahahhahahhahahahhahahahhahahhaha
      Se souberes de uma solução, avisa-me, por favoooooor! Os meus vizinhos hã-de gostar de saber! :DDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  12. O treino ininterrupto, num instrumento musical, é a única coisa capaz de levar à perfeição...

    ...mas eu percebo-te!

    (os meus pais sofreram muito com a guitarra)

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Afinal, pensando bem, parece-me que sou uma abençoada com a flauta! :DDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Se um dia a rapariga resolver passar para a guitarra electrica, vais sofrer...

      ...mas não tanto como se ela decidir que a bateria é um instrumento fixe!

      :)

      Eliminar
  13. Pipocante Irrelevante Delirante30 de novembro de 2015 às 08:43

    Queijo nos ouvidos
    Allo allo

    E dá para parcerias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha... que boa ideia! Acho que vou aproveitar para fazer publicidade ao mini-baby-bell :DDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  14. Tampões e acenar com a cabeça que sim, com um sorriso de orelha a orelha...Boa sorte...Nunca mais consegui ouvir a Celine Dion...não que já gostasse de a ouvir...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahhahahhahahahhahahahhahahahhahahhahahhaaahhaha
      Fogo... a minha ainda não está nesse patamar... é só uma música de Natal, graçasadeus! :DDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Pois Palmy... a minha também não estava nesse patamar...o problema foi mesmo esse...

      Eliminar
  15. Olha. Tem graça. A minha do meio também anda de flauta. A treinar para a festa de Natal. A professora ensina uma nota de cada vez. Durante dois dias praticou o Sol. Começava pela fresca e pegava outra vez quando chegava da escola.
    Ainda por cima tem a mania da limpeza e passa a vida a pedir-me para lhe desinfectar a flauta.
    Uma mommy-blogger como deve ser, mete tampões nos ouvidos e sorri embevecida para as piquenas.
    Óbvio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpa lá, mas não tens uma assistente ou assim alguém que vá publicando os comentários em tempo útil??
      Agora parece que roubei a ideia da Lulu. E porquê, Palmier, porquê? Porque és uma blogger muito preguiçosa.

      Eliminar
    2. E faz meditação pelo meio, certo?
      Oooooom! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    3. Ahahahahhahahhahahahhahahahahahhahahhahahhaahaha
      Deixa lá... vou deixar de dormir para garantir que isto não volta a acontecer! :DDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    4. Acho uma boa ideia. Se nem uma assistente pessoal tens...:DDD

      Eliminar
    5. Ahahahahahahahah ahahahahahahahah estou para aqui a rebolar-me a rir.... A xixas... A xixas a queixar-se que tu, Palmier, não publicas comentários em tempo útil... Ahahahahahahahah ahahahahahahahah não se aguenta... Palmy, vou-te contar uma coisa. Deixei um comentário na xaxia a 23 de novembro... Publicou-o hoje.

      Eliminar
    6. Ele há pessoas assim.... que gostam de dizer mal dos outros só por desporto... :DDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    7. Uma semana carai... Uma semana para aprovar um comentário... E depois as outras é que não sei quê... :DDDD

      Eliminar
  16. Estou ofendido com a discriminação de género. Mas se só queres a opinião das "mamãs" tudo bem, continuem praí todas contentes a não perceber nada de nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai pá... ainda não estou habituada a estes novos tempos da igualdade! Mas faço já um update ao post! :D

      Eliminar
  17. E quando é o género masculino a tocar flauta, Hum, Hum! Côrror... Elas são mais certinhas, mais delicadas mas mais persistentes, também. Consigo "adorar" a gaita de beiços, é "música para os meus ouvidos"! Adorooooo. O meu menino toca tãoooo beeemmmmmm!

    ResponderEliminar