quinta-feira, 6 de setembro de 2012

A propósito do livro de que todos falaram há cerca de um mês atrás

Reparem, como eu nunca leio, posso atirar-vos à cara as péssimas escolhas literárias que vocês fazem, sem que o contrário seja possível. No entanto, ontem fui à Fnac (para comprar livros de colorir, evidentemente) e peguei no dito livro. foi um repente. Uma coisa sem explicação. Uma situação absolutamente excepcional. Depois e já que aquela coisa estava assim, sem mais, nas minhas mãos, decidi folheá-lo e avancei, contra todos os meus princípios, para uma leitura na diagonal. E com que é que me deparo? Sim… digam-me vocês que disseram tão mal do livro, mas que o leram até ao fim…
Ah… agora ficam calados…
Então pronto… falo eu… Em meia dúzia de páginas (meia dúzia, reparem bem), deparo-me com a personagem principal a falar amiúde do seu VENTRE?!
Vejam vocês mesmos, com os vossos olhinhos de toupeira:
Pessoas?! Quantas vezes já pensaram no vosso VENTRE? Ou, pior, BAIXO-VENTRE? Ou, ainda pior, nos músculos estranhos que se retesam no vosso BAIXO-VENTRE. A sério… antes de lerem este livro, vocês sabiam, sequer, que tinham um VENTRE? Já tinham pensado:
- “O meu BAIXO-VENTRE sente um imenso desejo por aquele gajo extremamente bom”, ou no meio de uma cena tórrida, “Sim, sim! Os músculos estranhos (?!) do meu BAIXO-VENTRE chamam por ti!”
… ?!
É que eu, apesar de ter com os livros uma relação vade retro satana, estou quase tentada a comprar este… mas a comprá-lo em inglês. Só para confirmar a má (péssima, terrível, deplorável, desastrosa) qualidade da tradução.
A sério, pessoa da tradução… fustigue-se com muita força. O livro pode ser muito mau… mas, a tradução, a tradução é abaixo da crítica…

16 comentários:

  1. Eu ainda não o li! Mas vou ler. Pelo menos para poder dizer mal!

    ResponderEliminar
  2. Olá linda, ainda não tive curiosidade em relação a este livro, não sei mas parece-me que se trata de uma versão mais chic dos livros de bolso Harlequin... e fiquei ainda mais com essa certeza após ler o teu post. Não sei se conheces esses livros, mas sim diz-me de tua justiça.
    Parece-me tudo um grande fogo de vista para algo que sempre existiu.
    Bjs adorei o teu post como sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo mau... Até um livro do Noddy é melhor :D
      Obrigada :)

      Eliminar
  3. É péssimo, folheei na Fnac e digo: as publicação Harlequim conseguem ser obras-primas ao pé disto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seguramente... ao pé disto, deviam estar expostos no Louvre! :DDD

      Eliminar
  4. Eu confirmo, o livro em inglês é... fraco literáriamente vá; em Português tens duas hipóteses ou ris ou choras de terror...

    ResponderEliminar
  5. Ah.... eu nem posso ouvir falar de "baixo-ventre"... como que cresce em mim um desejo... melhor do que isso é quando ouço "ah, faneca"... é o mesmo efeito!

    ResponderEliminar
  6. Pessoalmente preferia ter músculos retesados no alto-ventre... os meus "conselheiros literários" disseram tão mal do livro que nem o tomei em consideração... agora que já dei conta dos calhamaços que trouxe e estou a ficar curiosa, quem sabe... :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :DDDDD repito... só em inglês. Em português, é uma anedota!

      Eliminar
  7. Estive quase a comprar o livro, porque o kindle há muito tempo que me anda a sugerir. Ainda bem que não comprei...
    Mas Palmier, como podes classificar a tradução de " abaixo da critica" ?
    Neste caso , a tradução deverá ser classificada como _ abaixo do ventre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que susto! Pensava que era um erro ortográfico! :DDD

      Eliminar
  8. Eu li em inglês e de facto é literáriamente fraco mas e como sou um bocadinho masoquista comecei a ler o 2º (Fifty Shades Darker)e desisti porque entre quarto, escritório e o resto das divisões da casa era sempre mais do mesmo...
    Quanto á tradução não posso avaliar mas deixo aqui uma pequena passagem que talvez seja o original da tradução que apresentou :
    "the muscles inside the deepest,darkest part of me clench in the most delicious fashion."

    Ah ...quase que me esquecia de dizer que sou (era) uma seguidora silenciosa do seu blog o qual gosto imenso.

    xxx Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh pah... o tradutor só poe ser mentalmente diminuido :DDD
      Obrigada pelo comentário, Maria :)))

      Eliminar