sábado, 8 de dezembro de 2012

Voltemos, então, ao meu cabelo...



É evidente que todos vocês estão recordados da minha ida ao cabeleireiro, bem como dos efeitos nefastos que tal decisão veio a produzir na minha auto-estima. O que vocês não sabiam (e eu muito menos), é que a minha nova cabeleireira é uma fiel seguidora do livro infantil "Era uma vez no Natal...". É  triste admiti-lo mas, a verdade é para ser dita. Eu era desconhecedora deste importante facto! A minha nova cabeleireira tem um afecto muito especial pela história de uma árvore de Natal que sofre por ter uma ramada completamente excêntrica, que lhe sai de forma proeminente do lado esquerdo da sua copa. Assim sendo, hoje, ao olhar para o espelho, percebi tudo... nesse momento tão especial, percebi que a minha nova cabeleireira me transformou na protagonista desse livro, ao deixar-me uma madeixa excêntrica que sai de forma proeminente do lado esquerdo da minha cabeleira...
E pronto... agora que já entendi as razões ocultas por de trás de tão estranho penteado, sinto-me bastante mais tranquila...



4 comentários:

  1. Tão querida a tua cabeleireira! Vês?... e tu tão injusta! Afinal era uma corte de cabelo natalício! Põe-lhe umas luzes :D :D :D

    ResponderEliminar
  2. :DDD...a menina chama curto a isso ???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh pah... está curto! E, entretanto... já cresceu! Sobretudo para o lado! :DDD

      Eliminar