segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Alguém tem uma botija de oxigénio que me empreste?

Maman espalha alegremente insecticida pela sala, ao mesmo tempo que dirige a Cánis, com voz doce, frases como:
- também não gostas destes bichos, não é, meu Cánis? Pois... têm de se ir embora... porque, ou saem daqui... ou, então, MORREM!
Eu, pela parte que me toca, já não consigo respirar. Se calhar, é mesmo melhor ir-me embora...

7 comentários:

  1. A Mel tem o nariz inchado...mordeu-lhe uma melga...
    Pedes a Maman que me empreste o insecticida, por favor?

    ResponderEliminar
  2. Bicharada horrível... Tenho as pernas que metem dó... e ré ... e mi... e fa...

    ResponderEliminar
  3. Epa, convêm saírem de casa por umas horitas e deixar as janelas abertas =/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse não é, claramente, o entendimento de Maman! :DDD

      Eliminar